Fabricio Moretti
Do Mais Goiás

Ouviu um barulho no céu? Fenômeno intriga internautas e gera teorias

Barulho no céu tem sido relacionado ao fim do mundo e até a aparição de Ovnis. Professora de física explicou o caso; confira

Ouviu um barulho no céu? Fenômeno intriga internautas e gera teorias
Barulho no céu tem sido relacionado ao fim do mundo e até a aparição de OVNIS. Professora de física explicou o caso (Foto: Reprodução)

Nos últimos dias, vários internautas publicaram relatos nas redes sociais sobre um suposto “barulho no céu”. No Twitter, o termo ficou em primeiro lugar nos trending topics, com vídeos de pessoas que afirmam terem ouvido os sons estranhos. O som, segundo as publicações, se assemelham a um jato cruzando o céu ou a ruídos de obras, mesmo sem haver nenhum indício de ambos.

O caso foi motivo para internautas criarem várias teorias da conspiração, relacionando o suposto fenômeno ao fim do mundo e até a aparição de OVNIS.

“[O ano de] 2020 começou bem. Primeiro o rumor de guerra mundial, depois coronavírus e agora esse barulho no céu“, publicou um usuário da plataforma . “Na vez de toda menina fazer 15 anos teve festa, agora na minha teve pandemia, quarentena e até o apocalipse com esse barulho no céu“, comentou uma jovem.

Outro internauta lembrou até do livro bíblico Apocalipse, do Novo Testamento. “Sete trombetas tocariam antes do início dos eventos apocalípticos. Dois dias já foram, mais cinco o mundo acaba”, comentou.

Explicação

Para desfazer os boatos alarmistas, a professora pós-graduada em física, Bruna Ignaczuk, ouvida pelo portal BHAZ, explicou a questão. E, para a surpresa de todos, o caso tem sim uma relação indireta com a pandemia de coronavírus.

“O barulho no céu ocorre quando gases entram em contato com mudança de pressão atmosférica. Como acontece quando o ar sai de uma bexiga cheia ou de uma panela de pressão. O fato pode ter ligação indireta com a pandemia, afinal, com a quarentena, os índices de poluição têm diminuído”, explica.

“Pode ser que com menos funcionamento da indústria, uma quantidade menor de poluição na atmosfera influenciou a movimentação dos gases”, acrescentou Ignaczuk.

Confira alguns dos tweets:

*Com informações do UOL e do BHAZ