BOAS COMPRAS

Operação intensifica segurança na Região da 44 durante o fim do ano

Cerca de dez órgãos serão responsáveis pela fiscalização durante o período de compras na região. Operação Boas Compras irá até o dia 31 de dezembro


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 05/11/2019 às 18:31:54

Objetivo da Operação Boas Compras é intensificar a segurança e a fiscalização na Região da 44 durante o período de compras de fim ano. Operação terá início na próxima quinta-feira (7) (Foto: Divulgação/Governo de Goiás)
Objetivo da Operação Boas Compras é intensificar a segurança e a fiscalização na Região da 44 durante o período de compras de fim ano. Operação terá início na próxima quinta-feira (7) (Foto: Divulgação/Governo de Goiás)

Com o objetivo de intensificar a segurança e a fiscalização na Região da 44 durante o período de compras de fim ano na capital, na quinta-feira (7) tem início a Operação Boas Compras. A ação segue até o dia 31 de dezembro. Cerca de dez órgãos vão atuar, como a Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCMG) e a Secretaria Municipal de Planejamento Fiscalização Urbana e Habitação (Seplam).

Segundo Jairo Gomes, presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), a estimativa é que a região receba mais de 5,6 milhões de pessoas entre outubro e dezembro. “Com o aumento no fluxo de pessoas, de carros e de ônibus, existe um intenso pedido de segurança por por parte dos comerciantes e da população”, afirma Gomes.

“O 13º salário e a liberação de valores do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) tem aumentado a expectativa dos lojistas quanto às vendas. Nessa época recebemos muitos turistas, portanto precisamos ofertar maior tranquilidade e conforto. Aumentaremos as fiscalizações em conjunto com todos os órgãos parceiros”, acrescenta.

Além da GCMG e da Seplam, participam da Operação Boas Compras a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Secretarias Municipal de Trânsito (SMT), de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedetec), e de Saúde (SMS), Procon Municipal, Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), Vigilância Sanitária Municipal, Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Corpo de Bombeiros, Juizado da Infância e Juventude, entre outros.

Operação intensificará segurança na Região da 44 durante o fim do ano

Cerca de dez órgãos serão responsáveis pela fiscalização durante o período de compras na região. Operação Boas Compras irá até o dia 31 de dezembro (Foto: Reprodução/Prefeitura de Goiânia)

Impasse

A presidente da Associação dos Camelôs e Ambulantes da Região da 44, Fabiana de Paula, espera que a Operação Boas Compras “não seja uma ação que perseguirá os ambulantes”. Segundo ela, até hoje a Prefeitura de Goiânia não liberou o espaço que prometeram aos camêlos, mesmo após o pagamento das taxas solicitadas.

“Até hoje estamos na rua trabalhando. Se forem tirar os ambulantes, vai ter revolta. Ninguém vai aceitar sair, ainda mais nessa época do ano. Já está todo mundo preparado para protestos, pois cansaram de esperar. Os ambulantes só querem trabalhar”, afirma Fabiana.

O presidente da AER44, Jairo Gomes, disse que se posiciona dentro da lei. “A lei é muito clara. O caminho tem que estar livre para o ir e vir das pessoas, nada mais que isso. A Operação visa colocar ordem nas ruas”.

O Secretário Municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Henrique Alves Luiz Pereira, informou que a Secretaria fará a incorporação dos ambulantes para a Praça do Trabalhador quando as obras do local terminarem.

Sobre a fiscalização de ambulantes durante a Operação Boas Compras, Henrique diz que será feita sim, e de forma constante. “Teremos fiscais de plantao na Região da 44, principalmente nos dias de maior movimento. Vamos controlar a questão de irregularidades e aumentar a atuação durante o período”, afirma o Secretário.