Do Mais Goiás

Operação flagra quase mil ultrapassagens proibidas nas BRs de Goiás no Corpus Christi

Número de acidentes também aumentou em comparação ao feriado de Corpus Christi do ano passado

Policiais rodoviários flagraram mais de 2,7 mil infrações de trânsito, sendo que 948 foram apenas de ultrapassagens proibidas
Policiais rodoviários flagraram mais de 2,7 mil infrações de trânsito, sendo que 948 foram apenas de ultrapassagens proibidas (Foto: Divulgação/PRF)

O feriado de Corpus Christi gerou movimentação intensa de veículos nas rodovias federais (BRs) que passam por Goiás, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Operação da corporação desencadeada entre quarta-feira (2) e domingo (6), flagrou  mais de 2,7 mil infrações de trânsito, sendo que 948 foram apenas de ultrapassagens proibidas.

Durante todo o feriado, foram registrados 36 acidentes, com 36 pessoas feridas e quatro pessoas que perderam a vida. No feriado do ano passado, de 10 a 14 de junho, a PRF registrou 32 acidentes que deixaram quatro mortos e 32 feridos.

De acordo com a corporação, a maior parte do fluxo foi registrado especialmente na BR-153, por onde os turistas acessam a cidade de Caldas Novas e também na BR-414, que liga a cidade de Anápolis à Pirenópolis e Corumbá. Cidades em que as pessoas buscam piscinas e cachoeiras.

Infrações e crimes

Veículos estão proibidos de trafegar em rodovias de pista simples nesta quinta, sexta e domingo

PRF anuncia restrições de tráfego de veículos de carga durante a Semana Santa (Foto: Jucimar de Sousa / Mais Goiás)

Segundo os policiais rodoviários, 250 condutores e/ou passageiros foram flagrados sem cinto de segurança e 30 motoristas foram autuados por crianças transportadas fora da cadeirinha. Além disso, a corporação registrou 81 condutores dirigindo alcoolizados, três deles foram presos.

A PRF ainda afirma que muitos crimes foram praticados durante o feriado. Ao todo, 21 pessoas foram presas nas rodovias federais ao longo desses cinco dias. Três veículos foram recuperados, 62 quilos de cocaína apreendidos, três armas de fogo e 60 munições foram retirados de circulação, além de produtos de contrabando e descaminho.

Casos emblemáticos

Duas das vítimas fatais registradas morreram em uma colisão frontal após uma ultrapassagem mal sucedida na BR-153 (Foto: Divulgação/PRF)

De acordo com os agentes, duas das vítimas fatais registradas morreram em uma colisão frontal após uma ultrapassagem mal sucedida na BR-153, em Jaraguá, região Central do estado.

Uma outra colisão traseira entre veículos de carga na região sudeste, entre Catalão e Campo Alegre, tirou a vida da mãe e deixou o filho de 8 anos gravemente ferido.

Um indígena, ainda não identificado, morreu após ser atropelado na BR-070, a cinco quilômetros de Aragarças. Motorista fugiu.

Motorista foge após matar indígena atropelado na BR-070, em Aragarças (Foto: Divulgação/PRF)

Já na BR-070, um indígena morreu depois de ser atropelado em Aragarças, na divisa com o Estado do Mato Grosso, na última quarta-feira. A região é povoada por nativos das Tribos Xavante e Bororos, segundo a corporação.