Ton Paulo
Do Mais Goiás

Operação da prefeitura e GCM flagra festa clandestina com mil pessoas em Goiânia

Os agentes encontraram drogas, armas de fogo e até foragidos da Justiça nos eventos

Uma operação executada no último sábado (5) pela Prefeitura de Goiânia e a Guarda Civil Municipal (GCM) flagrou duas festas clandestinas na capital e diversos bares funcionando de forma irregular na capital. Numa delas, além da presença de mais de mil pessoas, os agentes encontraram armas de fogo, drogas e até um foragido da Justiça.

A ação começou nos setores Marista e Bueno e contou com a participação da GCM, Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e a Secretária de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh). A equipe fiscalizou sete bares, uma boate e duas festas.

As festas foram realizadas de forma clandestina e contavam com aglomerações e transgressões às medidas de prevenção contra o coronavírus. Em uma dos eventos, os agentes encontraram entorpecentes como maconha e loló. Um homem suspeito de estar traficando as drogas foi detido.

Na festa com maior concentração de pessoas, a operação encontrou armas de fogo, dinheiro possivelmente originado do tráfico, indivíduos com identidade falsa e até mesmo uma pessoa que estava foragida da Justiça. Para mensurar o tamanho da estrutura da festa, segundo a GCM, havia pessoas com rádio transmissores responsáveis por informar os organizadores em caso da chegada da fiscalização.

Conforme a GCM, foram apreendidos aparelhos de som e outras estruturas usadas na festa. Além disso, a Amma atuou na aplicação de multa aos organizadores dos eventos.

As ocorrências foram encaminhadas à Central de Flagrante para as providências cabíveis. Conforme a GCM, cerca de 40 menores de idade foram conduzidos pelo Juizado de Menores.