Cinderella

Operação da PF desarticula quadrilha especializada em sequestros em Anápolis e no Tocantins

Ao todo, 20 mandados foram cumpridos e oito pessoas foram presas




Uma operação da Polícia Federal desarticulou, nesta quinta-feira (3), uma organização criminosa que atuava em Araguaína (TO) e Anápolis (GO) com roubos e extorsões mediante sequestro. Ao todo, 20 mandados foram cumpridos e oito pessoas foram presas.

Intitulada Cinderella – expressão utilizada para fazer referência ao crime de extorsão mediante sequestro contra funcionários de instituições bancárias – previa o cumprimento de sete mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária, dez de busca e apreensão e dois de condução coercitiva. O grupo investigado seria especializado em praticar os crimes contra funcionários do Banco da Amazônia, em Araguaína, e do Banco Bradesco, em Anápolis.

As diligências realizadas durante a investigação possibilitaram a recuperação de parte dos valores roubados, evitando um prejuízo de mais de R$1 milhão às instituições financeiras referidas. Suspeita-se, ainda, que a organização criminosa esteja envolvida também com o tráfico interestadual de drogas entre os dois Estados.