Apelo Urgente

ONU pede doações para ajudar vítimas do furacão Matthew no Haiti

Pelo menos 1 4 milhão de pessoas precisam de assistência e 2,1 milhões foram atingidos


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 10/10/2016 às 15:55:17


A agência humanitária das Nações Unidas, em Genebra, emitiu um “apelo urgente” para ajudar a fornecer “assistência e proteção” para 750 mil pessoas no sudoeste do Haiti nos próximos três meses. Funcionários da ONU disseram, mais cedo, que pelo menos 1 4 milhão de pessoas precisam de assistência e que 2,1 milhões foram atingidos pelo furacão Matthew.

Uma das dificuldades no país são as inundações, que têm dificultado os esforços para alcançar as áreas mais afetadas pelo furacão.

O coordenador humanitário da ONU no Haiti, Mourad Wahba, também fez um pedido de emergência a outros países, no valor de quase US$ 120 milhões. Em alguns locais, alimentos, água e medicamentos são escassos, não há eletricidade e comunidades estão isoladas.

A Proteção Civil Nacional, em Porto Príncipe, afirmou, hoje, que o número oficial de mortos em todo o país subiu para 372, incluindo as 198 mortes em Grand-Anse. Autoridades locais disseram que o número pode ser superior a 500 apenas em Grand-Anse.

Um dos países que já toma medidas para ajudar o Haiti é a Holanda, que irá enviar um navio da marinha com água e comida. De acordo com o Ministério da Defesa holandês, a embarcação sairá da ilha de Curaçao e outra navio já está sendo carregado com mais suprimentos.

A ministra holandesa do Comércio Exterior e Cooperação para o Desenvolvimento, Lilianne Ploumen, afirmou que, “chegando rapidamente ao Haiti, nós podemos trabalhar para prevenir uma deterioração na situação”.

Tópicos