CORONAVÍRUS

OMS suspende testes com cloroquina e hidroxicloroquina

Grupo internacional articulado pela organização conduzia pesquisa que foi suspensa após estudo com 96 mil pessoas mostrar ineficácia das substâncias e risco de arritmia cardíaca


Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo | Em: 25/05/2020 às 15:06:29

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou uma suspensão temporária dos testes que vinha conduzindo com a cloroquina e a hidroxicloroquina por meio da articulação internacional conhecida como Solidariedade.

A decisão foi comunicada pelo diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na introdução da entrevista coletiva deste segunda-feira. Ela resultou da deliberação do grupo executivo da Solidariedade, que testa possíveis terapias contra a Covid-19.

Segundo Ghebreyesus, a suspensão se baseou num estudo publicado na “Lancet”, a maior publicação científica do mundo, na última sexta-feira.

A pesquisa foi realizada com 96 mil pessoas e mostrou que a cloroquina e a hidroxicloroquina não apenas não tiveram sucesso no tratamento da doença, como também aumentaram os riscos de morte decorrente de arritmia cardíaca.

“O grupo executivo implementou uma pausa temporária do braço da hidroxicloroquina no Estudo de Solidariedade, enquanto os dados de segurança são revisados pelo Conselho de Monitoramento de Segurança de Dados”, informou o diretor-geral.

Ghebreyesus reiterou que a preocupação está relacionada ao uso específico de hidroxicloroquina e cloroquina contra a Covid-19.

“Desejo reiterar que esses medicamentos são aceitos como geralmente seguros para uso em pacientes com doenças autoimunes ou malária. A OMS fornecerá mais atualizações à medida que sabemos mais”, concluiu.