Trânsito

Obras do BRT recebem recursos para interligar os terminais Cruzeiro do Sul e Veiga Jardim

Ministério das Cidades garantiu R$ 3 milhões a mais no orçamento do projeto para execução do trecho




As obras do Bus Rapid Transit (BRT) Norte-Sul terão acréscimo de R$ 3 milhões em seu orçamento para a execução do trecho entre os terminais Cruzeiro do Sul e Veiga Jardim. O anúncio foi feito nesta terça-feira (15/12), em Brasília, onde o prefeito Paulo Garcia acompanhou o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, no evento para assinatura da Ordem de Serviço de extensão das obras do projeto.

Na cerimônia, o chefe do Executivo Municipal agradeceu ao ministro e pediu que levasse os cumprimentos à Presidente da República pelos recursos oriundos da União, que têm sido transferidos para o município de Goiânia. “Nós tivemos a oportunidade de executar quase R$ 1 bilhão em obras no ano de 2015. A grande maioria desses repasses, através da Caixa Econômica Federal, tem origem no Ministério das Cidades”, ressaltou o prefeito.

Sobre o que será investido para complementar o BRT Norte-Sul, Paulo Garcia destacou que o corredor é considerado um dos principais projetos de mobilidade do país. Ele interligará a região noroeste da Capital ao município de Aparecida, onde, segundo a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), estarão oito dos 21,8 quilômetros de extensão do corredor.

O BRT sairá do Terminal Cruzeiro do Sul, que fica na Avenida Rio Verde, no Jardim Nova Era, com destino ao Terminal do Setor Recanto do Bosque, em Goiânia. Para garantir o início das obras, a Prefeitura de Aparecida está conduzindo desapropriações na região, a maioria concentrada na Avenida Rio Verde. O sistema BRT será implantado com o objetivo de criar eixos de transportes integrados à rede existente.

O trecho entre os terminais Veiga Jardim e Cruzeiro, de acordo com o coordenador das obras do BRT, Ubirajara Abud, já estava integrado, desde o início do projeto, ao modelo funcional do BRT. “É uma parte muito importante do projeto, pela quantidade de passageiros que serão atendidas ali, e a funcionalidade do sistema vai ser beneficiada com o que está sendo autorizado hoje nesta solenidade. Como está em fase de elaboração, a partir do projeto finalizado é que se vai prosseguir com os trâmites normais de licitação e início das obras”, explicou o coordenador.

As obras do BRT que contemplam a Capital e agora serão extensivas ao município de Aparecida de Goiânia são, para o prefeito Paulo Garcia, fundamentais para a cidade, principalmente, porque estão associadas a outras intervenções estruturais de mobilidade urbana. “Os corredores exclusivos e preferenciais estão sendo executados. As calçadas acessíveis, ciclovias, ciclorrotas e ciclofaixas, tudo isso só está se tornando realidade graças aos recursos do Ministério das Cidades, que é um dos mais importantes da República, atendendo diretamente os locais onde nós vivemos, onde os obstáculos precisam ser superados e soluções devem ser apresentadas”, disse o prefeito.  

Tópicos