Jessica Santos
Do Mais Goiás

Obras do BRT interditam Av. Goiás por 45 dias a partir desta quarta (26)

O bloqueio estava previsto para a última sexta-feira (21), mas acabou sendo adiado

A Av. Independência, em Goiânia, será interditada a partir desta terça-feira (8), no trecho entre a Rua 68 e a Av. Goiás (Foto ilustrativa/Prefeitura de Goiânia)

A partir da manhã desta quarta-feira (26), o trecho da Av. Goiás, entre as avenidas Paranaíba e Independência, será interditado por conta das obras do BRT. O bloqueio estava previsto para a última sexta-feira (21), mas acabou sendo adiado. Trânsito no local deve ter alterações durante 45 dias.

Conforme expõem informações da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT), trecho terá 3 opções de desvios. Ao chegar na Av. Paranaíba, o motorista que segue pela Avenida Goiás, no sentido Praça Cívica/Rodoviária, terá seu trajeto desviado para a Rua 74. O condutor pode seguir na via até retomar a circulação pela Av. Independência ou seguir para a Av. Oeste em direção à Goiás Norte.

Quem segue pela Rua 55, no sentido Estádio Olímpico/Parque Mutirama, terá o trajeto desviado para a Rua 72 até chegar à Avenida Independência e, depois à direita, retomar a circulação pela Rua 55.

Por fim, o motorista que segue pela Rua 79, no sentido Parque Mutirama/Estádio Olímpico, será desviado para a Rua 68. O condutor fará a circulação pela Praça Do Trabalhador até retomar o tráfego pela Avenida Goiás, que no sentido Norte/Sul não sofrerá alteração no trânsito.

“As recomendações continuam. Se puder, fique em casa. Se não puder, evite circular pela região do Centro da cidade, em especial pela Avenida Goiás. E se, ainda sim, não puder evitar a Avenida Goiás, fique atento à sinalização e aos desvios,” recomendou Horácio Mello, Secretário Municipal de Trânsito.

(Mapa: divulgação/SMT)

Obras

As obras no local fazem parte da ligação do corredor BRT na saída do Terminal Rodoviário à Av. Independência. Os serviços na Av. Goiás foram paralisados em abril, por interferência do Iphan, porém, com a intervenção do Ministério Público Federal, os trabalhos serão retomados para a execução do corredor e da rede de drenagem na via.

Paralelo às obras da rede de águas pluviais, a Avenida será requalificada e preparada para receber a operação do BRT. Para isso, serão construídas as estações de embarque e desembarque de passageiros e implantados os pavimentos rígido e flexível.

Esse trecho do BRT na Avenida Goiás tem orçamento de R$ 40,575 milhões, sendo: drenagem: R$ 7,775 milhões; pavimento rígido: R$ 17,194 milhões; pavimento flexível: R$ 3,468 milhões; obras complementares: R$ 10,178 milhões e estações: R$ 1,960 milhões.

Trechos Norte e Sul

No trecho Norte, último do corredor e as pistas laterais da Avenida Oriente estão concluídas. As calçadas, contudo, ainda são construídas na Avenida Goiás Norte, restando também a sinalização horizontal, vertical e semafórica para a conclusão da obra na Região Norte.

A construção de dois terminais (Perimetral e Rodoviária), bem como estações de embarque e desembarque também ainda está em andamento. Uma lateral do Terminal Recanto do Bosque está concluída e outra está em obras.

No trecho Sul, estão terminados os serviços entorno da Praça do Cruzeiro. Atualmente, são executadas obras na Rua 84, até a Praça Cívica. A rede de drenagem e as calçadas também estão em andamento, assim como plataformas e blocos administrativos do Terminal Isidória. A última etapa do BRT Norte-Sul, destaca-se, será o entorno da Praça Cívica. Junto com ela, será feito o trecho da Avenida Goiás, a partir da Rua 1.