Goiás em chamas

Nuvem de fumaça em Goiânia foi provocada por incêndios às margens do Rio Meia Ponte

Primeiro incêndio ocorreu na tarde desta segunda-feira (30), no Bairro Goiânia 2; o segundo, já no início da noite, no Jardim Balneário Meia Ponte, segundo o Corpo de Bombeiros


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 01/10/2019 às 11:20:15

Moradores de várias regiões de Goiânia reclamam da fumaça após incêndios (Foto: Leitora / Mais Goiás)
Moradores de várias regiões de Goiânia reclamam da fumaça após incêndios (Foto: Leitora / Mais Goiás)

Dois incêndios ocorridos às margens do Rio Meia Ponte, região Norte de Goiânia, deixaram a capital coberta de fumaça, na noite desta segunda-feira (30/9). O primeiro incêndio, registrado durante à tarde, queimou uma área de pastagem localizada nas proximidades da Avenida Pedro Paulo de Souza, no Bairro Goiânia 2. O segundo caso, aconteceu no início da noite, na Avenida Nerópolis, no Jardim Balneário.

Este último foco teve início por volta das 20h e atingiu uma região de vegetação nativa e mata ciliar. As chamas foram totalmente combatidas após 3h de trabalho das três equipes compostas por 12 militares. Como consequência das queimadas, porém, moradores das regiões Central, Leste e Sul da capital se depararam com uma densa nuvem de fumaça cobrindo parte da cidade.

Conforme explica o 1º tenente Paulineli, dos Bombeiros, as áreas atingidas pelo incêndio possuíam entre 2 e 3 hectares e eram compostas por vegetação verde. Esse tipo flora, segundo ele, emite uma fumaça branca e densa ao queimar, a qual é difícil de dissipar. Para o militar, o vento foi o responsável por levar a fumaça dos incêndios aos outros bairros da capital.

“As áreas queimadas ficavam bem próximas ao Rio. Várias pessoas nos acionaram reclamando da grande quantidade de fumaça. Acreditamos que o vento tenha ajudado a espalhar para toda a cidade. Após o combate dos incêndios, realizamos o rescaldo e finalizamos a ocorrência”, comenta.

Segundo Paulineli, as chances do incêndio ter sido provocado por causas naturais são praticamente nulas. Apesar da grande quantidade de fumaça, em nenhuma das ocorrências houve feridos. Participaram do combate 12 bombeiros e três equipes. Foram usados abafadores, bombas costais e sopradores.

Moradores do Goiânia 2 filmaram o momento em que as chamas avançavam pela vegetação. O incêndio foi combatido ainda na tarde desta segunda-feira. (Veja abaixo)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Agora: incêndio atinge vegetação às margens da Avenida Pedro Paulo de Souza, no Goiânia 2.

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

O Mais Goiás tentou, sem sucesso, contatar o Simehgo para verificar as condições climáticas que favoreceram o avanço da nuvem de fumaça por Goiânia.

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira