Do Mais Goiás

Novos episódios do Pernalonga não terão armas de fogo

Showrunner da nova temporada afirma que foram consideradas "críticas saudáveis" da sociedade

Novos episódios do Pernalonga e dos Looney Tunes não terão armas de fogo
Pernalonga e Hortelino segurando uma arma de fogo em cena de Looney Tunes

Pernalonga tem novos episódios na plataforma de streaming HBO Max, mas algumas situações foram modificadas. Por exemplo, as histórias dos Looney Tunes não terão armas de fogo.

A informação foi confirmada pela Warner ao jornal The New York Times (via PapelPop). Segundo o produtor executivo da nova temporada dos Looney Tunes, Peter Browngart, eles consideraram “críticas saudáveis” da sociedade para os episódios. Isso inclui a discussão sobre a posse de armas de fogo nos EUA – tema debatido inclusive por Madonna no single God Control.

Browngart, entretanto, garantiu que haverá uma certa dose de violência nos episódios. Ele classificou como “violência cartunesca” e exemplificou com “TNT, material da Acme e tudo que faz parte da herança [de Pernalonga e turma]”.

As bigornas e os clássicos pianos e cofres caindo também estão permitidos nesta nova linha editorial da animação.

Os novos episódios de Pernalonga e a turma do Looney Tunes já estão disponíveis na HBO Max. Ao todo, são 80 capítulos, de 11 minutos cada.

A plataforma ainda não chegou no Brasil. A previsão é de que o serviço chegue à América Latina apenas em 2021.

Pernalonga além das armas de fogo

Além do uso de armas de fogo, a web já chamou a atenção de alguns episódios de Pernalonga e da turma do Looney Tunes para um tipo de humor que, hoje, é inaceitável.

A lebre já fez blackface (quando uma pessoa branca pinta o rosto de preto para representar uma pessoa negra). Em outros episódios, tratou negros e indígenas de forma preconceituosa, colocando-os como pessoas intelectualmente inferiores.