Tsunami da educação

Novo ato em defesa da educação será realizado em Goiás

Esta será a terceira manifestação, que também tem como pautas a previdência e a valorização do servidor público


Larissa Lopes
Do Mais Goiás | Em: 12/08/2019 às 17:09:07

Foto: Larissa Lopes/Mais Goiás
Foto: Larissa Lopes/Mais Goiás

Um novo ato em defesa da educação pública federal está previsto para a próxima terça-feira (13).  Chamada de Tsunami da Educação, a manifestação tem como pautas a Reforma da Previdência e valorização do servidor público. Diversas cidades brasileiras confirmaram que vão aderir ao movimento. Em Goiânia, a concentração está prevista para as 15 horas na Praça Universitária.

A caminhada está marcada para iniciar às 17 horas. O trajeto será pela Rua 10 e segue até a Praça do Bandeirante, no Centro. Durante a concentração haverá dois shows, um com a banda de percussão Coró Mulher e também com a cantora Cláudia Garcia.

De acordo com a organização, 30 mil pessoas são esperadas. Cidades do interior, como Morrinhos, Jataí, Luziânia e Uruaçu também vão se mobilizar.

O movimento é liderado pela União Nacional dos Estudantes (Une). Entidades como a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes), e sindicatos como Central Única de Trabalhadores (Cut) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) também vão participar.

Este será o terceiro ato em prol da educação em 2019. “Só um tsunami da educação pode destruir o atual cenário de ataques, por isso amanhã vamos ocupar as ruas de todo o Brasil. Nossas universidades pedem socorro e só nossa luta organizada poderá dar resultados”, pontua a estudante Thaís Falone, diretora da Une em Goiás.

“A União Nacional dos Estudantes convoca todos os jovens a mostrarem sua indignação contra os cortes na educação, a saírem em defesa da autonomia universitária e contra o projeto Future-se do MEC, que pretende terceirizar o financiamento da educação pública ao mercado”, finaliza a manifestante.