Do Mais Goiás

Nove servidores da Segurança Pública já morreram vítimas da covid-19

Outros 463 trabalhadores, com suspeita ou diagnóstico confirmado de coronavírus, estão afastados das funções

Primeira morte por covid-19 no Brasil aconteceu em 12 de março
O Ministério da Saúde informou que a primeira morte por covid-19 no Brasil aconteceu no dia 12 de março, em São Paulo. De acordo com nota enviada hoje (28) pela pasta à Agência Brasil, a vítima foi uma mulher de 57 anos, que havia sido internada no Hospital Municipal Dr Carmino Caricchio no dia 11 de março. O óbito em decorrência do novo coronavírus foi confirmado por exames laboratoriais.

Nas últimas 24 horas, três militares e agente da Polícia Técnico-Científica (PTC) morreram por complicações provocadas pela covid-19 em Goiás. O total é de nove óbitos entre agentes que compunham os quadros da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O número, de acordo com a pasta, se refere a servidores da ativa e da reserva. Ainda, outros 463 trabalhadores, com suspeita ou diagnóstico confirmado para coronavírus, estão afastados das funções.

Entre as perdas mais recentes estão o 1° sargento Nilson João Ananias. Ele tinha 28 anos de Polícia Militar (PMGO) e estava lotado na Assistência Policial Militar do Tribunal de Justiça de Goiás.

O 2° Sargento Edimilson José de Sousa, com 25 anos de PMGO, também faleceu. Ele trabalhava no Comando de Policiamento Rodoviário.

Outra vítima da covid-19 foi o Subtenente do Corpo de Bombeiros José Aparecido Borges que estava na reserva desde 2011.

Também morreu o auxiliar de autópsia Vantuir Pinto Camargo, que serviu a Polícia Técnico-Científica de Aragarças por 16 anos. Ele estava lotado no Posto de Atendimento da PTC na mencionada cidade.