SEM INVESTIMENTOS

Novas obras não serão iniciadas pela Goinfra durante a pandemia

Agência deverá aprofundar reformas administrativas durante período de crise


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 14/04/2020 às 10:02:37

Obras públicas não serão iniciadas.(Foto: Divulgação/Goinfra)
Obras públicas não serão iniciadas.(Foto: Divulgação/Goinfra)

Decreto publicado na noite desta segunda-feira (13), no Diário Oficial do Estado, instituiu o Plano de Contingenciamento de Gastos Públicos, em virtude da perda de receitas como consequência da queda da arrecadação durante a pandemia do coronavírus. Uma das áreas mais afetadas na administração estadual será a de Obras Públicas, já que novas obras e contratos ainda não formalizados não serão levados adiante durante a crise sanitária.

Como prevê o documento, reformas e projetos que representem aumento de despesa estão entre as operações suspensas. Há exceção, porém, para iniciativas das áreas de Saúde e Segurança Pública. Nesse bojo, estão autorizadas apenas obras de cunho emergencial e cuja realização não implique em riscos ao cidadão.

Ainda no final do mês de março, o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, já apontava para essa perspectiva em um vídeo gravado e disseminado em redes sociais.

Com a escassez de investimentos em obras públicas, a Goinfra deverá evoluir processos burocráticos internos, incluindo o aprofundamento de reformas administrativas na própria pasta.

Antes da pandemia, a Goinfra fazia previsão de investimento na ordem de R$ 300 milhões, voltados à recuperação da malha rodoviária em Goiás, o que não vai ocorrer, em virtude da frustração de receitas.