Política

Nova mudança no PCO traz Alda Lúcia de volta para a disputa ao governo de Goiás

Apesar de problemas pessoais e de saúde, por questões burocráticas eleitorais, Alda afirma que é possível conduzir a campanha até o fim. Nas últimas semanas, o candidato a vice na chapa também foi definido


Hugo Oliveira

Do Mais Goiás | Em: 03/09/2018 às 10:10:24


Pouco tempo na TV faz sigla explorar outras estratégias de campanha (Foto: Alda Lúcia/Arquivo pessoal)
Pouco tempo na TV faz sigla explorar outras estratégias de campanha (Foto: Alda Lúcia/Arquivo pessoal)

Há 18 dias do prazo final para alteração de candidatos majoritários, na última sexta-feira (31), o Partido da Causa Operária (PCO) retomou a professora Alda Lúcia Souza como principal nome à disputa pelo Governo de Goiás. Na semana anterior, em razão de problemas pessoais e de saúde, ela tinha sido substituída pelo colega de profissão Alessandro Aquino, o qual também voltou-se à sua intenção original de tentar uma cadeira no Senado. A definição, ressalta ela, foi coletiva.

O motivo da nova decisão foi prático. Segundo a própria Alda, a mudança seria burocrática demais para pouco tempo disponível. “Tive uns problemas pessoais e achamos que seria melhor fazer a mudança. Só que descobrimos, a partir de idas e vindas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é muita burocracia para pouco tempo. Assim, decidimos deixar como estava, pois só temos quatro semanas. É possível tocar até o final”.

Conforme explica Alda, as trocas não prejudicaram a campanha ou a veiculação dos conteúdos eleitorais da sigla no rádio e na TV. Para ela, nesse aspecto, o problema é outro: pouco tempo. “Temos espaço nesses canais, mas é muito reduzido. São alguns segundos em que não é possível dizer uma frase minimamente entendível. Por outro lado, temos veículos de imprensa, nosso jornal semanal, e canal no YouTube, por meio dos quais divulgamos a situação da campanha e dos candidatos não só em Goiás, mas em todo o País.

Vice

Nome que até o último 25/8 não tinha sido definido, líder da Frente Nacional de Luta, movimento de agricultores sem-terra, não foi afetado pelas mudanças entre Alda e Alessandro.

Atualmente, ele administra os acampamentos Rosa Luxemburgo e Che Guevara, situados no quilômetro 11 da BR-060, na Cidade Satélite de Samambaia, no Distrito Federal. Os assentamentos são compostos por cerca de 400 pessoas. “Hoje estou em Brasília, mas iremos o quanto antes para Goiás no intuito de realizar campanha”, sublinha Geraldo.

Confira a composição completa da chapa do partido em Goiás:

Governadora: Alda Lucia
Vice-Governador: José Geraldo
Senador: Professor Alessandro Aquino
– 1º Suplente: Tião da Construção Civil
– 2º Suplente: Assis do Sindicato dos Trabalhadores Rurais
Deputada Federal: Professora Érika
Deputada Estadual: Mariana Maia