Francisco Costa
Do Mais Goiás

No Amazonas, governo orienta prefeitura do interior a abrir valas, diz MP

Segundo reportagem da CNN Brasil, secretário ofereceu câmaras frigoríficas ao prefeito de Itacoatiara, uma vez que não há previsão de envio de cilindros

No Amazonas, governo orienta prefeituras do interior a abrirem valas
No Amazonas, governo orienta prefeituras do interior a abrirem valas

Sem previsão da chegada de cilindros em cidades do interior do Amazonas, o governo estadual orientou uma prefeitura a abrir valas para enterrar seus mortos. A informação é da CNN Brasil.

O site diz, ainda, que a orientação foi citada pelo Ministério Público Estadual em ação civil pública protocolada neste sábado (17), pedindo que o Estado envie oxigênio para Itacoatiara, a 269km de Manaus. A demanda foi acatada.

“Se o Estado não enviar o oxigênio ao hospital local de Itacoatiara-AM em quantidade suficiente, como já comprovado, teremos a morte de pelo menos 77 pessoas simultaneamente por insuficiência respiratória, devido à falta do material”, escreveu o juiz Rafael Almeida Cró Brito, dando prazo de 12h, com ulta de R$ 20 mil por hora de descumprimento.

O MP informou, ainda, que Cássio Espírito Santo, secretário de Interior da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), ofereceu câmaras frigoríficas ao prefeito da cidade, Mario Jorge Abrahim, além de orientá-lo a abrir valas no cemitério. Segundo apurado pela reportagem, só 11, dos 63 municípios do interior, têm os hospitais. Os demais somente postos de saúde. Nenhuma das unidades do interior possuem UTI.

Caso

Em Manaus, o estoque de oxigênio acabou nesta quinta-feira (14) e vários pacientes morreram por asfixia, segundo relatos médicos. O ocorrido motivou o governo federal a anunciar a transferência de pacientes para outros Estados.

Segundo reportagem do Estadão, cerca de 750 pessoas devem ser transferidas. Manaus passa por um crise em decorrência do grande aumento do número de casos do novo coronavírus.

Goiás deve receber 120 pessoas, sendo 20, inicialmente. Contudo, ainda não há previsão.