2 x 1

Neymar brilha, PSG vence a Atalanta e vai à semifinal da Champions

Brasileiro tem grande atuação na emocionante classificação do time francês


Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo | Em: 12/08/2020 às 18:33:01

Neymar e Mbappé comemoram vitória do PSG na Champions League (Foto: Reprodução)
Neymar e Mbappé comemoram vitória do PSG na Champions League (Foto: Reprodução)

O futebol produz grandes histórias e as mais diversas sensações. Era possível terminar de duas formas o dramático confronto entre PSG e Atalanta. Uma delas, com o coração partido pelo roteiro que conduziu o time italiano a Lisboa: representando uma cidade de pouco mais de 120 mil habitantes que, em dado momento, foi uma espécie de epicentro da epidemia de Covid-19. Bergamo perdeu estimadas 3 mil pessoas e via na Atalanta, com seu futebol alegre, um motivo para sorrir e para fazer o mundo sorrir. A histórica vaga na semifinal da Liga dos Campeões escapou nos minutos finais.

E escapou pelo outro olhar possível para este jogo. A vitória por 2 a 1 do PSG foi uma das mais representativas exibições da carreira de Neymar. Não só por ter exibido uma das melhores versões de sua transformação como jogador: ele cria, passa, chuta, carrega quando preciso um time sem um coletivo tão azeitado. Seu recital de futebol transformou-se em gols na parte final do jogo, quando ganhou a companhia de Mbappé, impossibilitado de jogar os 90 minutos por causa de uma lesão.

O PSG vai enfrentar o vencedor de RB Leipzig e Atlético de Madrid, que se enfrentam nesta quinta-feira.

No primeiro tempo, Neymar teve uma grande chance em jogada quase toda dele. Mas era a Atalanta quem construía mais ofensivamente. Até que uma troca de passes fez uma bola espirrada na defesa chegar a Pasalic, que venceu Keylor Navas e fez 1 a 0.

Na  segunda etapa, a marcação italiana com encaixes individuais, com seus defensores perseguindo os rivais da equipe francesa por onde fosse, cobrou um preço físico. A Atalanta já não conseguia pressionar no campo ofensivo e, aos poucos, foi sendo encurralada contra seu próprio gol. Mbappé entrou aos 14 minutos do segundo tempo e ficou claro que Neymar ganharia uma companhia.

A pressão se tornava grande, até que um cruzamento do camaronês Choupo-Moting encontrou Neymar na área. O brasileiro chutou cruzado e Marquinhos desviou para o gol, aos 44 minutos do segundo tempo. Três minutos depois, um lance que se repetira exaustivamente na temporada aconteceu em Lisboa. Neymar, na posição de meia, fazendo o passe em profundidade para Mbappé ganhar em velocidade. Ele bateu cruzado para Choupo-Moting emendar e garantir a emocionante classificação do PSG.