Emprego

Nenhum setor contrata e desemprego sobe para 12,7% no 1º trimestre

País tem 13,4 milhões de desempregados. Só trabalhadores domésticos têm ganho de renda, com reajuste do mínimo


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 30/04/2019 às 14:47:10

Fila de emprego no Maracanã, zona Norte do Rio (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)
Fila de emprego no Maracanã, zona Norte do Rio (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)

No primeiro trimestre deste ano, nenhum setor da economia brasileira contratou, de acordo com a pesquisa Pnad Contínua do IBGE. A falta de disposição do empresariado para abrir vagas elevou o número de desempregados para 13,4 milhões e fez a taxa de desemprego subir a 12,7%.

A renda do trabalhador também não apresentou melhora: o único grupo cuja renda teve alta nesse começo de ano foi o de trabalhadores domésticos, em razão do reajuste do salário mínimo, aplicado em janeiro.