SINCERIDADE

“Nem roubar eu podia porque tinha vergonha”, diz ex-prefeito ao elogiar assessor

Depois de ser avisado que o discurso estava sendo gravado, ele mudou o rumo da confissão


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 15/09/2020 às 14:47:40
Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 15/09/2020 às 14:47:40

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O ex-prefeito de Santo Antônio de Lisboa, no Piauí, Assis Cipriano (PSB) disse, durante uma convenção, que contratou um assessor tão honesto que chegava a ter vergonha de roubar na frente dele. A declaração foi feita na noite do último sábado (12).

Ao ser avisado que o discurso estava sendo gravado, ele mudou o rumo da confissão e afirmou que se tivesse roubado merecia ser severamente punido.

“Botei ele pra trabalhar comigo, muito bom, muito honesto, mas depois nem roubar eu não podia porque tinha vergonha dele. Eu era obrigado (a ser honesto) a ser também”, disse rindo.

Assista ao vídeo:

Confessou que roubou

Esta não foi a primeira vez que um ex-prefeito foi sincero no Estado. Durante convenção do Progressistas e do MDB, no dia 6 de setembro, José Maria da Silva Monção, ex-prefeito da cidade de Cocal, também no Piauí, confirmou que desviou dinheiro público.

“Eu fui prefeito três vezes e sei o sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou não. Eu posso até ter tirado alguma coisa dos pobres, porque é a verdade. Ninguém pode ser tão sincero. Se eu não tivesse tido tanto direito eu não tinha ido preso. Se eu fui preso, tinha motivo”, disse.

*Com informações do Pensar Piauí