De saída

Nelsinho Baptista ataca diretoria em coletiva e anuncia saída do Sport

Em sua saída do Leão, o treinador não poupou críticas à direção, que além de não estar conseguindo honrar os compromissos, segundo Baptista, ainda estão fazendo "terrorismo".


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 24/04/2018 às 17:24:14

 Em sua saída do Leão, o treinador não poupou críticas à direção, que além de não estar conseguindo honrar os compromissos, segundo Baptista, ainda estão fazendo
Em sua saída do Leão, o treinador não poupou críticas à direção, que além de não estar conseguindo honrar os compromissos, segundo Baptista, ainda estão fazendo "terrorismo". (Foto: Reprodução)

Durou pouco mais de quatro meses a terceira passagem de Nelsinho Baptista pelo Sport. Nesta terça-feira (24), um dia após o empate com o Botafogo, na Ilha do Retiro, pelo Brasileiro, o treinador convocou uma entrevista coletiva e anunciou sua saída do comando rubro-negro.

Já sem a camisa do Sport, Nelsinho desabafou na coletiva e atacou a diretoria do Sport. “Estou fora do Sport, saindo hoje. Agradeço ao torcedor, mas não consigo trabalhar com pessoas desse tipo. Enganar torcedor, jogador e os problemas são sempre dos outros”, afirmou.

“Os problemas no campo são os menores possíveis. O problema do Sport é fora de campo. Não sou um profissional qualquer. Tenho 55 anos de carreira. Da outra vez [2009] saí calado. Agora não. Resolvi falar. Sinto muito pela instituição”, disse.

De acordo com o agora ex-treinador do Sport, o clube convive com salários atrasados. “Eu estou no Sport há quatro meses e não recebo. Recebi uma imagem. E o pior de tudo: ninguém me dá uma satisfação. Como é que você pode ir para frente com uma diretoria dessa?”, questionou.

Para encerrar a coletiva, Nelsinho decretou o fim de seu ciclo no Sport. “Eu acho que meu ciclo acabou no Sport. Essa é minha última passagem pelo Sport. Agradeço muito o torcedor. Talvez algum torcedor vá ficar magoado, mas mais para frente ele vai entender”, completou o treinador, que passou pelo Sport em 1997 e entre 2008 e 2009, com título da Copa do Brasil e do Campeonato Pernambucano.

Contratado em dezembro do ano passado, Nelsinho esteve à frente do Sport em 17 partidas -entre Campeonato Pernambucano, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Foram sete vitórias, sete empates e três derrotas, resultando em um aproveitamento de 51,8%.

Eliminado pelo Central nas semifinais do Campeonato Pernambucano, o Sport começou mal o Campeonato Brasileiro -derrota por 3 a 0 para o América-MG e empate por 1 a 1 com o Botafogo na Ilha do Retiro- e já ocupa a zona de rebaixamento da tabela.

Além da má fase dentro de campo, fora das quatro linhas o Sport vive uma forte crise política. Em 2018, o clube -que perdeu suas principais estrelas, como Diego Souza e André- convive com questionamentos sobre dívidas e processos judiciais.