Série B

Náutico se impõe e vence Paraná na Arena Pernambuco

Com resultado, clube pernambucano sobe para oitava posição, com 38 pontos. Já paranaenses são 14.º colocado, com 31




Com um melhor futebol desde o início, o Náutico não deu chances ao Paraná e venceu a partida válida pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B por 3 a 1, nesta sexta-feira. O confronto, que aconteceu na Arena Pernambuco, no Recife, mostrou uma infinita superioridade do time mandante sobre o adversário. Com o resultado, o clube comandado pelo técnico Dado Cavalcanti subiu para a oitava posição, com 38 pontos. Já os paranaenses são o 14.º colocado, com 31.

O time pernambucano começou com tudo e logo aos três minutos já abriu o placar. Tadeu recebeu sozinho dentro da área e após driblar o goleiro Murilo, foi derrubado pelo mesmo. Na cobrança, o próprio centroavante cobrou fraquinho, no canto direito, e marcou. O Paraná tentou equilibrar as ações, mas a eficiência da marcação no meio de campo do Náutico não permitia que a equipe de Curitiba chegasse ao ataque.

Aos 29 minutos, o meia Vinícius, do Náutico, arriscou de fora da área e Murilo fez grande defesa. Quando a partida já se encaminhava para o intervalo, o time pernambucano marcou o segundo gol. Aos 46, Bruno Furlan recebeu grande passe e ficou na cara do goleiro. Ele chutou no canto esquerdo e a bola entrou devagar.

No segundo tempo, a partida perdeu muito em emoção. O Náutico continuou melhor e perdeu três chances para ampliar. Aos 38 minutos, Vinícius chutou de fora da área e, desta vez, viu a bola entrar no ângulo. No último lance da partida, aos 48, o Paraná diminuiu com Henrique. O meia recebeu lançamento de Lúcio Flávio e, livre, concluiu para o gol.

O Náutico volta a campo no sábado da próxima semana, às 16h20, para enfrentar o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Já o Paraná visita a Ponte Preta, nesta terça, às 20h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos serão válidos pela 27.ª rodada.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 3 x 1 PARANÁ

GOLS – Tadeu (pênalti), aos 3, e Bruno Furlan, aos 46 minutos do primeiro tempo; Vinícius, aos 38, e Henrique, aos 48 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Elicarlos (Náutico); Alisson, Murilo e Júlio César (Paraná).
ÁRBITRO – Carlos Ronne Casas de Paiva (AC).
RENDA – R$ 120.265,00.
PÚBLICO – 5.209 pagantes.
LOCAL – Arena Pernambuco, no Recife (PE).

NÁUTICO – Júlio César; Rafael Cruz, William Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Paulinho (Elicarlos) e Vinícius; Crislan (Bruno Furlan), Tadeu (Cañete) e Sassá. Técnico: Dado Cavalcanti.

PARANÁ – Murilo; Chiquinho, Jean, Alisson e Paulinho; Edson Sitta, Lucas Otávio (Marcos Serrato), Henrique e Lúcio Flávio; Júlio César (Arthur) e Giancarlo (Tiago Alves). Técnico: Ricardinho.