Atentado

‘Não vão conseguir me intimidar jamais’, diz advogado que se feriu durante explosão em Goiânia

Em mensagem publicada nas redes sociais, Walmir Oliveira da Cunha diz que atentado não irá desencorajá-lo do exercício da profissão




O advogado Walmir Oliveira da Cunha, vítima de um atentado a bomba na última sexta-feira (15/07), gravou uma mensagem de áudio que já está circulando nas redes sociais, em resposta ao apelo de familiares e amigos, preocupados com seu estado de saúde. Com a voz um pouco ofegante, Walmir agradece o apoio que vem recebendo de desde o que ele chamou de “covarde ato contra seu escritório”.

“Em primeiro lugar, estou feliz de ter conseguido tirar a bomba de fronte da Rejane, minha secretária grávida; felizmente conseguimos salvá-la. Estou feliz também pela bomba não ter conseguido atingir seu objetivo maior”, afirmou. Sobre as sequelas, Walmir expressa determinação. “Vamos trabalhar para corrigi-las e readaptar minha vida”.

O advogado fez questão de afirmar ainda que o atentado não irá desencorajá-lo para o exercício da profissão. “Não vou deixar de ser o advogado militante, o advogado atuante, o advogado que acredita no Direito de quem eu represento. Não vão conseguir me intimidar nem hoje, nem jamais. Que este ato venha apenas fortalecer a minha mente e meu coração para a necessidade de Justiça”, completou.

Walmir encerra afirmando que está bem e em pronta recuperação. O advogado segue internado no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e o seu estado de saúde é regular. Não há previsão de alta.

Repúdio

Na sexta-feira (15/07), a OAB-GO divulgou nota oficial, na qual manifestou profundo repúdio ao atentado contra a vida do advogado Walmir de Oliveira da Cunha. A seccional reforçou na ocasião que dará todo o apoio necessário ao advogado.

Segundo a OAB, Walmir é atuante na área do direito agrário e sempre se pautou na conduta ética em suas ações. (Com informações da OAB-GO)

Tópicos