Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás

“Não me esconderei”, diz jogador acusado de racismo na Espanha

Diakhab, do Valência, reclamou de ofensa racial no jogo de sábado (3)

Juan Cala, jogador do Cadiz (Foto: Agência Brasil)
Juan Cala, jogador do Cadiz (Foto: Agência Brasil)

O zagueiro Juan Cala, do Cádiz, disse que não se esconderá depois de ser acusado de ofensa racial contra Mouctar Diakhaby na vitória de 2 a 1 de seu time sobre o Valencia, no sábado (3).

O espanhol, que teve uma discussão com Diakhaby que levou o francês a dizer ao árbitro que sofreu uma ofensa racial, afirmou que contará seu lado da história na terça-feira (6).

Todo o time do Valencia saiu de campo em protesto depois de Diakhaby dizer que foi ofendido, mas voltou depois de ser alertado pelo árbitro de que poderia ser punido se não voltasse ao gramado.

Time do Valencia se retira de campo, após o francês Mouctar Diakhaby reclamar de ofensa racial proferida pelo zagueiro Juan Cala, do Cádiz - Reprodução Twitter/Valencia CF

Time do Valencia se retira de campo, após o francês Mouctar Diakhaby reclamar de ofensa racial proferida pelo zagueiro Juan Cala, do Cádiz – Reprodução Twitter/Valencia CF