Cidades

Não é primeiro acidente com avião que caiu em Goiás

Mesma aeronave que caiu entre Planaltina de Goiás e Água Fria se envolveu em acidente em 2015, segundo registro do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos


Jairo Menezes

Do Mais Goiás | Em: 01/08/2018 às 18:59:03


Avião que caiu em São João D'Aliança (Foto: Leitor/Via WhatsApp)
Avião que caiu em São João D'Aliança (Foto: Leitor/Via WhatsApp)

A aeronave de prefixo PT-RKA, modelo Corisco (EMB-711ST), de fabricação da extinta Neiva Indústria Aeronáutica, que caiu na tarde desta quarta-feira (1º), em uma área rural entre Planaltina de Goiás e Água Fria, já se envolveu em outro acidente. A informação é do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que realizou um laudo em 2015, quando o piloto da aeronave teve de fazer um pouso forçado em uma fazenda de Cabeceira Grande, em Minas Gerais.

Não é primeiro acidente com avião que caiu em São João D'Aliança (Reprodução / Cenipa)

Não é primeiro acidente com avião que caiu em São João D’Aliança (Reprodução / Cenipa)

Segundo as informações, o avião foi fabricado em 1981 e, na ocasião do acidente de 2015, houve uma falha no motor. Um laudo feito pelo Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) VI aponta pelo menos duas falhas mecânicas no motor da aeronave, que revela a falta de combustão e problema na distribuição de lubrificante. Havia apenas o piloto como ocupante.

Na época, o Cenipa fez o laudo com objetivo de aprimorar as formas de prevenção de acidentes. A intenção é mostrar a pilotos e mecânicos, meios para evitar que o mesmo caso se repita. O piloto saiu ileso.

ACIDENTE
Nesta quarta-feira (1º/8), quatro pessoas ficaram feridas, após uma queda da referida aeronave, segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás.  De acordo com a corporação, os passageiros estão em estado gravíssimo.

As vítimas foram encaminhadas ao Hospital de Base, em Brasília, segundo bombeiros goianos. Três foram resgatadas pelo helicóptero dos Bombeiros de Brasília e um pelo helicóptero da Polícia Militar do Distrito Federal.

Informações iniciais dão conta de que o avião teria caído às margens da BR-010, mais conhecida como GO-118. Segundo informação do soldado Costa Neto, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local após terem sido solicitadas por testemunhas do fato.