Na estreia de Ceni, São Paulo empata com Ceará e amarga 6ª igualdade consecutiva

Ídolo tricolor iniciou segunda passagem como treinador do clube, substituindo o argentino Hernán Crespo.

São Paulo e Ceará
Foto: Rubens Chiri - SPFC

Nem o retorno de Rogério Ceni como técnico foi capaz de ajudar o São Paulo a quebrar a sequência de tropeços. No primeiro jogo da segunda passagem do ex-goleiro pelo Morumbi, para substituir Hernán Crespo, o time tricolor empatou por 1 a 1 com o Ceará em casa, na noite desta quinta-feira, amargando o sexto empate consecutivo no Brasileirão, marca negativa que nunca havia atingido em sua história. Fabinho abriu o placar para os cearenses e Calleri, em lance de oportunismo, foi o autor do gol são-paulino.

A série inédita de igualdades impede o São Paulo de progredir na tabela do Brasileirão. Após 26 jogos, soma 31 pontos e ocupa o 13º lugar, ainda próximo da zona de rebaixamento e distante da zona de classificação à Libertadores. O Ceará aparece na sequência, com 30 pontos, em 14º.

Da beira do gramado, Ceni viu uma boa atuação ofensiva de seus comandados, com grande volume de jogo, especialmente no primeiro tempo. Mas o São Paulo se expôs demais, teve de correr muito para conseguir o empate e só não saiu de campo derrotado graças a Tiago Volpi, que salvou os donos da casa no Morumbi com ao menos três defesas importantes. O resultado não foi bom para ninguém, mas os 9.271 torcedores no Morumbi assistiram a um jogo de bom nível técnico, aberto, com intensidade e muitas finalizações. Ao todo, foram 36 arremates dos dois times.

Escalado com uma formação ofensiva por Ceni, apenas com Liziero como volante, Benítez de volta ao time e Orejuela na lateral-direita, o São Paulo fez um bom primeiro tempo. Mas faltou equilíbrio e capricho nas finalizações. O time criou chances em profusão para abrir o placar. No entanto, se expôs e o Ceará aproveitou uma das poucas oportunidades que teve para marcar. Foi um roteiro semelhante ao de jogos recentes, sob o comando de Crespo.