Do Mais Goiás

Mulheres são condenadas por furto em loja de shopping em Goiânia

Um funcionário desconfiou das atitudes das mulheres e acionaram a Policia Militar. Elas foram condenadas a dois anos e meio de prisão em regime aberto

Duas mulheres foram condenadas na tarde dessa quinta-feira (4) em Goiânia. Elas eram acusadas de roubarem peças de roupas em uma loja de departamentos do Shopping Flamboyant em 2011. Uma das mulheres portava um alicate que foi utilizado para retirar os lacres magnéticos dos produtos. O crime causou prejuízo de R$ 800 no estabelecimento e a sentença foi dada pelo juiz Rogério Carvalho Pinheiro, da 8ª Vara Criminal, que as condenou em três anos de reclusão.

Ao serem levadas à delegacia, houve a confissão espontânea e por isso a pena foi reduzida em seis meses, totalizando em dois anos e meio de pena a serem cumpridas em regime aberto.

O crime aconteceu em 16 de novembro de 2011. Segundo a denúncia, as mulheres entraram na loja e levaram peças para o provador. Com o alicate, elas tiravam o lacre e escondiam as roupas na bolsa. Ao chegarem no estacionamento, elas colocaram as peças no porta-malas e se dirigiram ao supermercado localizado em frente. Um funcionário desconfiou da conduta e acionou a Polícia Militar, que estranharam a ausência da nota fiscal. Ao entrarem em contato do estabelecimento, constataram que não houve compra dos determinados produtos na loja e assim elas foram autuadas em flagrante.

Na fase do processo uma das mulheres voltou atrás da confissão e alegou culpa somente da amiga. Porém, o magistrado levou em consideração o depoimento prestado à PM e as provas condiziam com a culpa das duas no delito.  “As acusadas tinham instrução para propiciar maior discernimento e, portanto, suas livre adesões à prática do crime demonstram desprezo pelas normas legais e morais”, destacou Rogério Carvalho Pinheiro.