Violência contra mulher

Mulheres fazem protesto e pedem saída de Jean do Atlético

Manifestação ocorreu na área externa do Estádio Olímpico

Cidades

Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 26/01/2020 às 16:44:47

Jean foi preso em dezembro (Foto: Divulgação / Orange Country Office)
Jean foi preso em dezembro (Foto: Divulgação / Orange Country Office)

Foi realizado neste domingo (26), em frente ao Estádio Olímpico, antes do clássico entre Atlético x Goiânia, um protesto contra a contratação do goleiro Jean do Atlético. O atleta foi acusado de agredir a esposa dele no final do ano passado, período em que o jogador estava vinculado a equipe do São Paulo.

Vestidas de preto ou com o uniforme do Atlético, as manifestantes entoavam gritos de “Fora Jean”. As participantes do protesto seguravam os cartazes com as seguintes frases: “Violência contra a mulher é jogo sujo”, “Mais amor, por favor!”, “Futebol é paixão! Violência não!” e “Sou atleticana, não apoio a violência” e “Jean, faz terapia e se arrependa”.

A intenção do movimento foi além do pedido de dispensa de Jean, mas sim repudiar e tentar estancar a cultura da violência contra a mulher e do feminicídio, que cresce mais a cada ano no Estado.

O protesto visou ainda acolher mulheres de todas as idades, de todas as cores, de amor por diferentes times de futebol, e repudiar, veementemente, o fortalecimento da cultura da violência contra a mulher no Brasil e em Goiás.

Foi destacado que diferentes pesquisas realizadas no ano de 2019, destacam que Goiás está entre o segundo e terceiro lugar no ranking dos que mais violentam, espancam e matam mulher.