PASSOU MAL

Mulher usa gás de cozinha como entorpecente e morre em Caiapônia

Prática era comum entre o casal, de acordo com o delegado Ronaldo Pinto Leite


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 31/07/2020 às 15:51:20

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Na falta de drogas tradicionais, Mariza Santos Cláudio, de 30 anos, utilizou gás de cozinha como entorpecente e morreu na madrugada desta quinta-feira (30), em Caiapônia. Segundo informações preliminares da Polícia Civil, Mariza e o marido tinham o costume de inalar gás.

“Essa mulher e o marido dela haviam consumido toda maconha que possuíam e, por não terem mais essa droga para usar, começaram a inalar gás de cozinha. Depois disso, a mulher passou mal. O pai da vítima acionou a Polícia Militar (PM), que passou a ocorrência para Polícia Civil. A princípio, constatou-se que ela passou mal após inalar esse gás de cozinha e veio a óbito”, disse o delegado Ronaldo Pinto Leite.

Ainda de acordo com o delegado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local antes mesmo da PM, mas, quando a equipe chegou, a mulher já estava morta. Ele disse ainda que a polícia vai instalar os devidos procedimentos para apurar as circunstâncias e todos os fatos relativos a morte da mulher.

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira