Do Mais Goiás

Mulher que sumiu ao desembarcar em Goiânia vinda da Colômbia está morta

De acordo com a família, Lílian de Oliveira foi visitar o namorado no exterior. Ela saiu do Santa Genoveva em uma picape no dia 13 de fevereiro e não foi mais vista

Duas pessoas foram presas suspeitas de participação na morte da dona de casa Lilian de Oliveira, de 40 anos, que desapareceu no último dia 13 de fevereiro após desembarcar no Aeroporto de Goiânia, vinda da Colômbia. (Foto: reprodução)
Lilian de Oliveira

Duas pessoas foram presas suspeitas de participação na morte da dona de casa Lilian de Oliveira, de 40 anos, que desapareceu no último dia 13 de fevereiro após desembarcar no Aeroporto de Goiânia, vinda da Colômbia.

O crime, segundo as investigações, foi praticado por Jucelino Pinto Fonseca que seria amante da mulher, e por Ronaldo Rodrigues Ferreira, que foi filmado buscando a vítima no aeroporto.

Uma babá do filho de Lilian chegou a ser presa e autuada por porte ilegal de arma no final da semana passada, mas já foi liberada. Apesar de conseguir a prisão temporária dos dois suspeitos, que já confessaram o assassinato, a polícia ainda não localizou o corpo da vítima.

Outros detalhes sobre as investigações serão repassadas pela Polícia Civil à imprensa na manhã desta segunda-feira (1).