Do Mais Goiás

Mulher que chegou de Manaus com covid morre no Hospital das Clínicas

Vítima chegou em Goiânia com outros 16 pacientes na madrugada desta sexta-feira (29), em um voo das Forças Aéreas

Idosa de 61 anos que chegou de Manaus com covid-19 nesta sexta-feira (29) morreu no Hospital das Clínicas, em Goiânia. (Foto: divulgação)

O Hospital das Clínicas registrou a segunda morte de pacientes vindos de Manaus para Goiânia, para o tratamento da Covid-19. A vítima é uma idosa de 61 anos, que estava entre os 16 manauaras que chegaram à unidade de saúde na madrugada desta sexta-feira (29). A paciente, que não teve o nome divulgado, chegou na capital em estado gravíssimo e estava internada em um leito de UTI.

Segundo informações repassadas pelo hospital, a mulher chegou em Goiânia necessitando de suporte ventilatório e tratamento para sepse. Por volta das 18h28, a paciente foi a óbito, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. As equipes tentaram reanimá-la durante cerca de 30 minutos, mas não conseguiram ressuscitá-la.

Ainda de acordo com o Hospital das Clínicas, a transferência do corpo seguirá os trâmites definidos pelo Ministério da Saúde. A equipe psicossocial se encarregará do acolhimento aos familiares. “O HC-UFG e a Ebserh se solidarizam com a perda”, diz trecho da nota emitida pela unidade.

A paciente foi a segunda a morrer na unidade de saúde. No último dia 21 de janeiro, um homem de 54 anos também não resistiu às complicações causadas pelo coronavírus e morreu.

O hospital agora tem 26 pacientes manauaras internados no local. Outras 6 pessoas estão internadas no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP). Unidade já registrou 4 mortes de pacientes vindos de Manaus.