FORMOSA

Mulher é suspeita de invadir casa para matar suposta amante do marido

Suspeita teria usado próprio carro para arrombar portão da casa da rival. Dentro do veículo, estava a filha da suspeita, de 9 anos


Larissa Feitosa
Do Mais Goiás | Em: 25/09/2020 às 19:18:40
Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 25/09/2020 às 19:18:40

(Foto: Polícia Civil)
(Foto: Polícia Civil)

A Polícia Militar (PM) prendeu, na noite desta terça-feira (22), a uma mulher suspeita de esfaquear a suposta amante do marido, em Formosa. Segundo a PM, os policiais faziam um patrulhamento de rotina e ouviram gritos de socorro. Ao entrar na casa, encontraram a suposta amante, de 37 anos, esfaqueada e caída no chão.

As testemunhas contam que o casal, apesar de ainda estar unido pelo matrimônio do ponto de vista formal, já vivia em casas separadas.

A suspeita uso uma caminhonete para arrombar o portão da casa do marido e conseguir entrar. No banco do passageiro, estava a filha, uma criança de 9 anos, que, segundo os policiais, foi deixada aos cuidados de uma tia para que fossem realizadas as diligências investigativas.

Amaury Araújo Sales é o delegado responsável pelo caso e disse que o casal estava junto há mais de oitos anos, embora vivessem em casas diferentes. O delegado disse ainda que no local, além da suposta amante, estava o marido e um terceiro homem. No momento que invadiu o local, a mulher entrou em luta corporal com o esposo, em seguida a suposta agressora apareceu com canivete.

“A suspeita alega não lembrar de nada e afirma ter perdido a cabeça. Já o marido disse que não ouviu ninguém chamando, por isso não atendeu à ela no portão”, disse o Amaury.

Junto com a investigada, foi apreendido o canivete que teria sido usado no crime. Ela foi presa por tentativa de homicídio e dano material.

A vítima recebeu os primeiros socorros de uma equipe do Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda na residência, mas foi encaminhada para o Hospital Regional de Formosa. Como o nome da vítima não informado, o Mais Goiás não teve acesso ao atual estado de saúde dela.