Desligamento

Mulher é presa por ameaçar funcionário que tentava cortar energia de casa, em Aparecida

A jovem foi levada para o 4º DP do município e autuada em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e ameaça


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 15/06/2019 às 17:45:30

(Foto: Divulgação/PM)
(Foto: Divulgação/PM)

A Polícia Militar (PM) prendeu, na noite desta sexta-feira (14), uma mulher de 19 anos, que não teve o nome divulgado, por ameaçar um funcionário que tentava cortar a energia da residência em que ela mora, no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia. A jovem foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e ameaça.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência, o funcionário da Enel foi até o local para fazer o desligamento da energia por falta de pagamento. Quando tentava realizar o serviço, a mulher saiu do imóvel e ameaçou com um revólver. O homem saiu do lugar e acionou a PM.

Quando a corporação chegou até a casa indicada, a suspeita não quis abrir o portão e se escondeu dentro do banheiro da residência. Os policiais tiveram que arrombar a porta do imóvel para conseguir prendê-la. Em busca realizada no local, os PMs encontraram uma arma dentro do cesto de roupas.

A suspeita e o revólver foram encaminhados ai 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia. Ela foi presa em flagrante e deve responder por porte ilegal de arma de fogo e por ameaça.

A Enel Distribuição Goiás afirma, por meio de nota que o funcionário mencionado é ligado a uma empresa parceira, prestadora de serviços. “A companhia informa que a Polícia Militar foi acionada e a mulher foi presa. A Enel repudia qualquer ato de violência e informa que a segurança dos seus colaboradores e parceiros é um dos pilares da empresa”, sublinha no documento.