Inspeção

Mulher e mãe de detento são presas ao tentarem entrar com droga na cadeia de Piracanjuba

Com idades de 54 e 73 anos, elas escondiam entorpecente e celulares nas partes íntimas; em São Simão também foi registrado caso parecido


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 08/11/2019 às 09:02:35

Idosa de 73 anos seria mãe de detento a quem entregaria os itens (Fotos: divulgação/SSP)
Idosa de 73 anos seria mãe de detento a quem entregaria os itens (Fotos: divulgação/SSP)

Uma mulher, de 54 anos, e uma idosa, de 73, foram presas na quinta-feira (7) ao tentarem entrar no presídio de Piracanjuba com drogas, celulares e uma corrente escondidas nas partes íntimas. De acordo com informações da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), elas seriam esposa e mãe de um dos detentos e estariam tentando entregar os entorpecentes para ele.

O primeiro flagrante ocorreu durante o horário de visita. Em revista íntima, os agentes encontraram dois mini celulares, adaptadores para fone de ouvido, três cabos USB e uma corrente de prata.

A idosa também foi flagrada durante o momento de visita. Segundo os agentes do presídio, ela demonstrou nervosismo ao entrar. Os policiais perguntaram se ela carregava algo e ela acabou confessando que levava 28 gramas de maconha escondidas em suas partes íntimas.

Apreensão em São Simão

Em São Simão, os agentes carcerários também evitaram a entrada de uma porção de maconha no presídio. Uma jovem de 21 anos tentou entrar com a droga também escondida na vagina na manhã de quinta-feira, 31. Ela iria visitar o companheiro que cumpre pena justamente por tráfico de drogas.

O diretor da unidade prisional, Adilson Nogueira, diz que recebeu uma denuncia anônima sobre a possível entrada da droga no estabelecimento. Após ser indagada pelos agentes, a jovem de forma espontânea entregou os entorpecentes.

*Texto: Eduardo Pinheiro, Especial para o Mais Goiás