FolhaPress

Mulher é detida em aeroporto após se recusar a usar máscara em voo SP-Rio

Empresa alegou que tripulação teve que imobilizar a mulher dentro da aeronave

Mulher voava pela Azul, que alegou que a tripulação teve que imobilizar a tripulação dentro da aeronave
Mulher voava pela Azul, que alegou que a tripulação teve que imobilizar a tripulação dentro da aeronave (Foto: reprodução/ UOL)

Uma passageira foi detida pela Polícia Federal no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, após se recusar a usar a máscara de proteção em um voo da Azul. Ela precisou ser imobilizada pela tripulação dentro da aeronave.

Em nota, a Azul informou que “uma cliente indisciplinada foi desembarcada de uma de suas aeronaves que partiu na segunda-feira (14) do aeroporto de Congonhas com destino ao Santos Dumont, no Rio”.

Ainda segundo a companhia aérea, a passageira apresentou um “comportamento inadequado, hostilizou e tentou agredir fisicamente a tripulação, ameaçando a segurança de voo”.

Imagens divulgadas nas redes sociais por passageiros do voo mostram que três tripulantes imobilizaram a mulher. Ela foi contida e conduzida pela Polícia Federal após o desembarque na capital fluminense.

Nos voos domésticos e internacionais é obrigatória a utilização de máscara facial durante todo o percurso da viagem para reduzir os riscos de transmissão da covid-19. As exceções são para crianças até 6 anos de idade e passageiros que comprovem problemas de saúde que impeçam o uso da máscara.