ROM POM POM POM

Mulher é condenada por cortar pênis de amante, na Argentina

Ela cumprirá 13 anos de prisão e afirma que a motivação foi que o homem divulgou vídeos e fotos íntimas dela. Ele passou por cirurgias de reparação e ficou em coma por oito dias


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 27/09/2019 às 14:54:17

Brenda cortou parte do pênis e os testículos do amante com uma tesoura de jardinagem (Foto: Laura Lescano/AFP)
Brenda cortou parte do pênis e os testículos do amante com uma tesoura de jardinagem (Foto: Laura Lescano/AFP)

Na última quarta-feira (25), a arquiteta Brenda Micaela Barattini, 28 anos, foi condenada a cumprir 13 anos de prisão por cortar parte do pênis e os testículos do amante com uma tesoura de jardinagem. O crime teria acontecido após o homem vazar vídeos e imagens íntimas dela. O caso aconteceu em novembro de 2017 na cidade de Córdoba, Argentina.

Brenda confessou o crime e, além de ficar presa, terá de pagar 493 mil dólares à vítima, o músico Sergio Fernandez, 42 anos. Ela disse que a motivação foi porque Sérgio expôs publicamente vídeos e imagens íntimas dos dois. “Ele me transformou em um objeto sexual. Violou a minha privacidade e destruiu a minha carreira. Fiquei arruinada”, afirmou a mulher.

Segundo a vítima, na noite do crime, Brenda vendou seus olhos fingindo que era um “jogo erótico”. Ela usou uma tesoura de jardinagem para cortar a genitália do homem. Sergio disse que foi ajudado por vizinhos que ouviram os gritos dele. O músico passou oito dias em coma e fez diversas cirurgias de reparação do pênis. Ele alega que tem ataques de pânico ao se relacionar com outras mulheres, pois pensa que “todas querem matá-lo durante o ato sexual”.

O fato do homem estar vendado foi um agravante para o cálculo da pena, de 13 anos, considerada alta pela defesa. Os jurados argentinos definiram o ato como uma “tentativa de assassinato“. Segundo o advogado de defesa, havia expectativa por uma pena mais branda, entre 3 a 10 anos de reclusão.

*Com informações do Jornal Extra e Catraca Livre