Do Mais Goiás

Mulher é agredida com golpes de capacete em quarto de motel em Goiânia

A vítima, de 35 anos, foi atendida com o rosto desfigurado e com sangramentos. Ela foi levada para o Hugol. O suspeito foi preso pela PM

Uma mulher de 35 anos ficou gravemente ferida após ser agredida por um homem que estava acompanhado dela em um quarto de motel, na tarde desta quarta-feira (3), no Jardim Petrópolis, em Goiânia. O agressor foi preso pela Polícia Militar (PM) e levado para a Central de Flagrantes.

De acordo com o registro da Polícia Civil (PC), funcionários do motel, que fica às margens da GO-060, na saída para Trindade, escutaram os gritos de socorro da mulher que estava dentro de um dos quartos e informaram os policiais que passavam pelas proximidades em uma viatura.

Os policiais entraram no estabelecimento e escutaram os gritos. Eles foram até quarto e pediram para que o homem abrisse a porta do quarto, mas a ordem não foi obedecida. Por uma janela, os militares viram a mulher sendo agredida com golpes de capacete.

Os policiais arrombaram a porta do quarto e imobilizaram o homem que continuava agredindo a mulher. Para os policiais, o suspeito informou que a vítima era garota de programa e que teria agredido a mulher porque ela teria “colocado um chip em sua orelha”. Contudo, não entrou em detalhes sobre o ocorrido. Ele confessou aos policiais que havia usado drogas.

A vítima foi atendida por equipes do Corpo de Bombeiros e foi levada com sangramento no rosto para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). O Mais Goiás solicitou o estado de saúde da vítima e aguarda uma nota da unidade de saúde.

O homem foi levado para a Central de Flagrantes de Goiânia onde foi autuado por tentativa de homicídio. De acordo com a Polícia Civil, ele tem antecedentes por ameaça, lesão corporal no trânsito e violação de domicílio.