Plano de contingência

MP-GO vai recomendar instalação de barreiras sanitárias em cidades turísticas

O objetivo é evitar a repetição de casos como o de Pirenópolis, município que teve a passagem de cerca de 20 mil turistas no feriadão do 7 de setembro.


Ton Paulo
Do Mais Goiás | Em: 19/09/2020 às 19:04:21

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) anunciou que vai expedir recomendações de contingência ao governo de Goiás para impedir aglomerações em cidades turísticos do estado. As medidas, que incluem a possibilidade de barreiras sanitárias e a normatização de penalidades a atos de violação dos protocolos de saúde, têm como objetivo evitar a repetição de casos como o de Pirenópolis, município que teve a passagem de cerca de 20 mil turistas no feriadão do 7 de setembro.

Entre as recomendações, debatidas entre promotores de Justiça, está a de incrementar o efetivo da segurança pública para fiscalizar as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

Além disso, ainda conforme o órgão, serão recomendadas a normatização de sanções às ações que violam protocolos sanitários; a possibilidade de implementação de equipes municipais, com o objetivo de assegurar o cumprimento dos protocolos; instalação de barreiras sanitárias para identificação de casos suspeitos na entrada das cidades e localidades turísticas e a definição de fluxos de atendimento na área de saúde.

A promotora de Justiça de Goianápolis, Melissa Sanchez Ita, chegou a citar como exemplo as aglomerações constatadas na região da Rua 44, em Goiânia, e nas demais cidades turísticas. De acordo com Ita, “a resposta estatal deve englobar várias ações, que vão além do cumprimento dos protocolos sanitários e da melhoria da estrutura de fiscalização”.