Caso João de Deus

MP-GO recebeu denúncias de seis países diferentes

Números também foram ampliados nos atendimentos realizados por estados brasileiros


Bárbara Zaiden
Do Mais Goiás | Em: 14/12/2018 às 18:51:25

Promotores do MP em força-tarefa no caso João de deus (Foto: Divulgação/MP-GO)
Promotores do MP em força-tarefa no caso João de deus (Foto: Divulgação/MP-GO)

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) já recebeu seis denúncias de seis países diferentes: Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça, desde que foi criada a força-tarefa para apurar as acusações de abuso sexual feitas contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus. As denúncias podem ser feitas por e-mail: [email protected]

O endereço de e-mail foi criado há apenas quatro dias. Desde então, já foram recebidas 335 mensagens e contatos por telefone. As denunciantes também são de Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Pará, Santa Catarina, Piauí e Maranhão.

Ao todo, já foram colhidos 30 depoimentos pelos MPs de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e Espírito Santo.

Reunião

Polícia Civil e MP vão se integrar no caso. O procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, se encontrou com o delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes. A promotora Cristiane Marques de Sousa, titular da promotoria de Abadiânia, foi convocada das férias para integrar a força-tarefa, além de uma delegada. Até então, o grupo era formado por cinco promotores e duas psicólogas da equipe do MP.

A procuradoria-geral de Justiça encaminhou n um ofício-circular aos procuradores-gerais de Justiça dos MPs Estaduais e do Distrito Federal. Foi solicitado que sejam designadas unidades de atendimento para coleta de depoimentos de possíveis vítimas do médium.