Cidades

MP-GO recebe denúncia de tráfico de crianças contra João de Deus

Relato foi feito por duas ativistas de Direitos Humanos à força-tarefa criada para atender vítimas de abuso sexual do médium


Artur Dias

Do Mais Goiás | Em: 08/01/2019 às 21:03:50


Força-tarefa apura crimes cometidos por João Teixeira. (Foto: Leandro Coutinho / MP-GO)
Força-tarefa apura crimes cometidos por João Teixeira. (Foto: Leandro Coutinho / MP-GO)

A força-tarefa criada pelo Ministério Público de Goiás – MP-GO para apurar os crimes cometidos por João de Deus ouviu duas ativistas de Direitos Humanos na tarde desta terça-feira (8). Elas relataram ter conhecimento de possíveis crimes do médium, entre eles o tráfico internacional de crianças.

O MP-GO ouviu as ativistas Sabrina Bittencourt e Maria do Carmo. Os depoimentos foram colhidos pelas promotoras Patrícia Otoni e Gabriella de Queiroz. Por meio da assessoria, a força-tarefa afirmou que irá analisar todas as denúncias feitas.

“Os fatos narrados serão tratados com a mesma seriedade e celeridade dispensadas aos demais casos já denunciados e em apuração pelo Ministério Público”, afirmou Patrícia. A promotora afirmou ainda que, assim que concluídos, os depoimentos serão analisados e receberão os encaminhamentos cabíveis, inclusive com possível remessa ao MPF na parte afeta à sua atribuição.

As denúncias feitas por Sabrina e Maria ganharam repercussão na internet depois que um vídeo feito pela primeira foi publicado no Facebook no dia 3 de janeiro de 2019.

Nele, Sabrina afirma que João de Deus possui uma quadrilha e que ele tem uma rede de tráfico de bebês que atua há mais de 20 anos. Esses bebês seriam vendidos na Europa, Estados Unidos e Austrália. Confira o vídeo abaixo:

 

*Atualizado em 08/01/2019 às 21h32 para complemento de informações do MP-GO