Do Mais Goiás

MP denuncia homem que tentou matar ex-namorada atropelada em Aparecida de Goiânia

O crime ocorreu no último dia 23, no Jardim Ipanema, e foi registrado por câmeras

MP denuncia homem que tentou matar ex-namorada atropelada em Aparecida de Goiânia
MP denuncia homem que tentou matar ex-namorada atropelada em Aparecida de Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O Ministério Público de Goiás (MPGO) ofereceu denúncia contra o homem que tentou matar a ex-namorada atropelada em Aparecida de Goiânia no dia 23 de agosto deste ano. João Paulo Pereira da Costa é acusado de tentativa de homicídio triplamente qualificada. O episódio aconteceu no Jardim Ipanema e foi registrado por câmeras.

Na denúncia, o promotor Milton Marcolino diz que o réu agiu por motivo torpe e utilizou recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Disse também que a tentativa teve a ver com o fato de a vítima ser do sexo feminino. o que configura feminicídio.

Relacionamento conturbado

O casal mantinha um relacionamento conturbado, marcado por agressões físicas e verbais constantes por parte de João Paulo. Por esta razão, a vítima resolveu terminar o namoro. No entanto, o acusado não aceitou o término e, por esse motivo, decidiu matar a ex-namorada.

Segundo apurado pelo Ministério Público, no dia do crime a vítima estava em local de trabalho, quando João Paulo chegou e pediu que ela entregasse o carregador de celular dele. Como o objeto estava na casa da mulher, ela saiu para buscá-lo a pé, sendo seguida pelo denunciado, que estava em uma moto.

Homem atropelou a ex-namorada com o intuito de matá-la

Ainda de acordo com a denúncia, em determinado momento do trajeto, João Paulo passou a ameaçar a vítima, dizendo que iria matá-la. Em seguida, João Paulo atropelou a ex-namorada, causando-lhe fraturas em ambas as pernas, não consumando o homicídio porque pessoas que viram a cena agiram e contiveram o denunciado até a chegada da Polícia Militar.

A vítima foi socorrida, levada ao hospital e sobreviveu aos ferimentos. João Paulo permanece preso.

Mortes de mulheres por agressão em Aparecida

Dados do Ministério da Saúde apontam que oito mulheres foram mortas, vítimas de agressão em Aparecida de Goiânia apenas neste ano. Entre 2017 até agora, 69 mulheres vítimas de agressão perderam a vida no município.