Da Redação
Do Mais Goiás

Movimento na Rodoviária de Goiânia é 35% menor do que no ano passado

Mesmo com redução de embarques e desembarques, podem haver atrasos, devido ao movimento na região da 44

Movimento na Rodoviária de Goiânia é 35% menor do que no ano passado
Movimento na Rodoviária de Goiânia é 35% menor do que no ano passado

Mesmo nas festas de fim de ano, a pandemia do coronavírus causou impacto significativo na circulação de pessoas. De acordo com o terminal rodoviário de Goiânia, o número de embarques e desembarques de passageiros caiu 35% no mês de dezembro, com relação ao mesmo período do ano passado.

Mesmo com a redução, o terminal acredita que podem haver atrasos nos embarques e desembarques. O motivo é o movimento intenso na Região da 44, que mesmo com a pandemia tem recebido um número de visitantes na área cresceu acima do esperado, de acordo com a Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O terminal rodoviário informou também que continua a seguir com os protocolos de segurança sanitária imposta pelos pelas autoridades de saúde. Além do reforço da limpeza, disponibilização de álcool em gel e de informações via panfletos e painéis, há o controle de acesso às plataformas de embarque, para evitar aglomerações. Além disso, existe a medição de temperatura e a exigência do uso de máscaras.

Por fim, a Rodoviária publicou uma série de recomendações para as pessoas que irão viajar no final de ano. São elas:

  • Chegar com antecedência de pelo menos 1 hora;
  • Portar os documentos pessoais;
  • Levar álcool gel para lavar as mãos com frequência;
  • Carregar uma boa quantidade de máscaras para as trocas necessárias;
  • Mantenha uma distância segura entre as pessoas
  • Para crianças com idade inferior a 16 anos que irá viajar sem a companhia do representante legal, deve ser feita solicitação da autorização do Juizado da Infância e Juventude para embarcar;