Do Mais Goiás

Motoristas por aplicativo ganham cooperativa em Goiás

"Intuito é aumentar a rentabilidade e melhorar o serviço", informou o presidente

Motoristas por aplicativo ganham cooperativa em Goiás
Motoristas por aplicativo ganham cooperativa em Goiás (Foto: Pixabay)

A partir de 14 de junho, o Estado passa a ter a Cooperativa dos Motoristas de Transporte Privado em Goiás. O evento ocorre às 9h, no auditório da Organização das Cooperativas do Brasil em Goiás (OCB-GO). Restrito por causa da Covid-19, ele será transmitido via Facebook e Instagram pelo perfil @coopgooficial.

O presidente da cooperativa Marcelo Conrado explica que a entidade existe extraoficialmente desde dezembro de 2020. Segundo ele, a OCB abraçou a causa e deu apoio jurídico e contábil. “Já está bem estruturada, somos uma classe grande”, declarou. Hoje, são cerca de 1,2 milhão de motoristas por aplicativo no Brasil. Em Goiás, aproximadamente 30 mil, segundo o IBGE, e 22 mil na região metropolitana de Goiânia.

Nosso intuito é aumentar a rentabilidade e melhorar o serviço, principalmente na área de segurança”, adiantou. Já no lançamento, Conrado afirma que falará aos cooperados os caminhos que os condutores deverão seguir. Segundo ele, em 2019, o lucro diário de um motorista era de cerca de R$ 60. Hoje, essa mesma pessoa ganha na faixa de R$ 20, por dia por causa do custo elevado de combustível. Desta forma, ele defende a aquisição de carros elétricos, que poderiam gerar lucros de até R$ 280 diários.

“Já conseguimos junto ao Sicoob o crédito facilitado. O banco, claro, vai fazer o cadastro dos motoristas, mas já é uma facilidade.” De acordo com ele, inclusive, o próximo passo é conversar com o governador Ronaldo Caiado (DEM) para que o Estado seja garantidor destes empréstimos. “Veículos elétricos, mesmo com custo elevado, têm excelente viabilidade econômica.”

Futuro

Em julho deste ano, garante Conrado, a cooperativa já irá inaugurar o primeiro ponto de manutenção para os veículos dos cooperados. Em setembro, será a vez de um posto de combustível. “E, no futuro, queremos viabilizar o nosso próprio aplicativo. Assim, o recurso ficará aqui”, declara.

“Estamos elaborando programa especial de monitoramento das atividades no seguimento que vai gerar mais segurança para toda sociedade; teremos atendimento especial à deficientes físicos e idosos”, complementa. Além disso, ele diz, os cooperados cumprirão com sua cota de responsabilidade com meio ambiente, plantando árvores anualmente.