Do Mais Goiás

Motorista que atingiu radialista em Bom Jesus e fugiu será investigado

Vítima morreu na última terça-feira (20)

Motorista que fugiu sem prestar socorro a radialista será investigado por omissão de socorro, em Bom Jesus
Motorista que fugiu sem prestar socorro a radialista será investigado por omissão de socorro, em Bom Jesus (Foto: Reprodução/Vídeo)

O motorista que atingiu o radialista Rones Cabral, de 53 anos, em Bom Jesus, e fugiu sem prestar socorro será investigado por omissão de socorro. A vítima pilotava uma moto, bateu na porta de um outro carro – que tinha acabado de ser aberta – e caiu. As informações preliminares dão conta que, durante a queda, o radialista bateu a cabeça no veículo do investigado que deixou o local. Rones chegou a ser internado no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas faleceu na tarde da última terça-feira (20).

Em entrevista ao Mais Goiás, o delegado Gustavo Mendes, responsável pela investigação do caso, adiantou que todas as informações ainda são preliminares e todos os envolvidos serão devidamente ouvidos na delegacia. Segundo o investigador, a conduta do motorista da Fiat Strada – que fugiu do local sem prestar socorros – será investigada apenas por omissão de socorro, uma vez que ele dirigia o veículo em velocidade moderada e não há indícios do crime de homicídio culposo.

Já o motorista que abriu a porta do carro será ouvido, mas sua conduta não será investigada como crime. “Apesar de haver ausência de cautela de olhar o retrovisor, o resultado do que aconteceu não era algo previsível. A princípio o caso não será considerado como crime, mas todas as circunstâncias serão avaliadas”, disse Gustavo.

Acidente

O radialista Rones Cabral ficou gravemente ferido após bater a moto que pilotava na porta de um carro. O acidente aconteceu na tarde de segunda-feira (19). O caso foi filmado por câmeras de segurança. No vídeo, é possível ver que ele seguia na moto por uma avenida da cidade, quando o motorista de um carro estacionado abriu a porta. Ele não teve tempo de desviar, bateu na porta e caiu com a cabeça na caminhonete.

As imagens mostram, também, que o capacete dele sai da cabeça e vai parar no outro lado da rua. No dia, Rones foi socorrido e levado à uma unidade de saúde da cidade. Em seguida, foi transferido ao Hospital de Urgências de Goiânia. O Hugo informou, na terça-feira, que a vítima deu entrada na emergência, foi sedado e intubado. Apesar de ter sido socorrido, o radialista não resistiu e faleceu em razão do traumatismo cranioencefálico no mesmo dia.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Mais Goiás (@maisgoias)