Fratura no Maxilar

Motorista do Uber baleado na boca durante assalto em Aparecida está em condição estável

Henrique Pereira de Alencar Neto, de 58 anos, foi alvejado no Setor Cidade Satélite São Luiz por supostos passageiros que pediram que fossem levados até o Jardim Helvécia




O motorista do Uber que foi baleado na boca durante assalto em Aparecida de Goiânia no último domingo (11) passa bem. Ele foi submetido a cirurgia no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) para a correção de danos causados no maxilar.

Henrique Pereira de Alencar Neto, de 58 anos, foi alvejado no Setor Cidade Satélite São Luiz por supostos passageiros que pediram que fossem levados até o Jardim Helvécia. Segundo a PC, a chamada foi recebida por volta das 1h.

Logo após o embarque, um dos passageiros anunciou o assalto e, como forma de intimidação, efetuou um disparo que atingiu a janela do motorista. Quando os criminosos já estavam indo embora, após pegarem pertences da vítima, dispararam mais duas vezes: um atingiu o rosto de Henrique e o outro não acertou o carro.

O motorista conseguiu ir por conta própria até o Hospital Lúcio Rabelo, no Setor Pedro Ludovico, de onde foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Lá, foram constatados a fratura no maxilar e danos em três dentes. Segundo a unidade, após o procedimento o motorista apresenta condição estável, está consciente e respira sem ajuda de aparelhos.

O caso será investigado pelo 5o DP de Aparecida de Goiânia.