Do Mais Goiás

Motorista de caminhão refuta responsabilidade por acidente que causou morte de estudantes

Em depoimento à polícia, Rogério Alves afirmou que o condutor da Kombi invadiu sua pista enquanto olhava para trás, como se conversasse com as crianças

Rogério Damas Alves, o motorista do caminhão que se chocou com uma Kombi que transportava estudantes na GO-173, afirmou que permaneceu no local do acidente até a chegada do socorro. Ele prestou depoimento nesta segunda-feira (21) ao delegado Gilvan Borges Oliveira, de Jussara.

A colisão entre os veículos ocorreu na última sexta-feira (18), por volta das 13h, em Santa Fé de Goiás. Na ocasião, duas crianças morreram e várias ficaram feridas.

De acordo com o relato de Rogério à Polícia Civil, o acidente ocorreu porque a Kombi invadiu a pista na qual ele trafegava. O motorista do veículo estudantil estaria olhando para trás no momento da colisão, como que se estivesse conversando com as crianças.

Rogério também refutou que tivesse evadido sem prestar socorro. Ele garantiu que permaneceu no local até a chegada de uma ambulância e de seu patrão, dono do caminhão.

O delegado responsável pelo caso deve ouvir testemunhas a partir desta terça-feira (22). Ele também aguarda a conclusão dos laudos periciais. O prazo para a conclusão do Inquérito é de 30 dias.