Cidades

Motorista de aplicativo desaparece depois de corrida particular em Goiânia

Vanusa da Cunha, Ferreira, 36 anos, entrou em contato com a família pela última vez na sexta (18), às 23h. Veículo foi encontrado em Aparecida de Goiânia


Artur Dias

Do Mais Goiás | Em: 20/01/2019 às 15:39:04


(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

A motorista de aplicativo Vanusa da Cunha Ferreira, de 36 anos, desapareceu após fazer uma corrida na noite da última sexta-feira (18) em Goiânia. De acordo com familiares, o último contato dela foi por uma mensagem de texto, às 23h. Ainda não há informações sobre o paradeiro dela.

Nesta tarde (20), o veículo de Vanusa foi localizado. O carro estava abandonado em uma estrada na região do Polo Industrial de Aparecida de Goiânia. A assessoria da Polícia Civil disse que está tomando medidas, mas que elas são sigilosas.

Vanusa, que também é enfermeira do Hugol, saiu naquela noite para fazer uma corrida particular. É o que afirma Daniela Cassia Morais Ferreira, amiga e também motorista de aplicativo. “Ela já tinha o hábito de fazer corridas com esse cliente, mas não sabemos ainda se ela fez outras viagens depois”, afirmou.

A amiga confirmou também que conseguiu entrar em contato com o cliente, mas ele deu duas versões diferentes sobre o caso. Na primeira, ele teria sido deixado em Aparecida de Goiânia, nas proximidades do anel viário, por volta das 5h30 da manhã. Depois ele teria dito que desceu na Praça Universitária, em Goiânia.

Vanusa não foi trabalhar e também não foi às aulas da pós-graduação que cursa. Familiares confirmaram que, até às 20 horas de sábado (19), o telefone dela recebia ligações e mensagens, embora não houvesse nenhuma resposta.

A família registrou a ocorrência na Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva). Na manhã deste domingo (20), amigos e outros motoristas de aplicativos protestaram em frente à Delegacia Estadual de Investigação Criminal – Deic.