Imprudência

Motociclista é flagrado a 191 km/h na BR-060, em Anápolis

Neste domingo (22), 266 condutores foram flagrados acima da velocidade máxima permitida na rodovia

Cidades



 

Continuam constantes os casos de irreponsabilidade e descaso com a vida nas rodovias goianas. Especialmente a BR-060, em Anápolis, se tornou o palco para diversos atos de imprudência.

Em mais uma etapa da Operação Rota Segura, desenvolvida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), 266 condutores foram flagrados, neste domingo (22/5), acima da velocidade máxima permitida para o trecho, que é de 100 km/h. Em um dos casos, um motociclista foi registrado trafegando a 191 km/h.

Flagras como esse, porém, não são exceção. Em março deste ano, por exemplo, foi registrada a maior velocidade da rodovia, de 218 km/h. Neste último domingo, houve vários outros registros de motociclistas a mais de 170 km/h.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), é rotineiro que pilotos com motocicletas de alta cilindrada busquem a BR-060, trecho entre Anápolis e Brasília, para exibir a potência de seus veículos, colocando em risco suas vidas e as dos usuários da via. Por isso, as autoridades estão desenvolvendo ações fiscalizatórias no local.

A penalidade para quem é flagrado acima da velocidade máxima permitida varia de R$ 85 a R$ 574 e acúmulo de quatro a sete pontos na carteira. Aqueles que forem flagrados em velocidade maior que 50% do limite permitido também perdem o direito de dirigir por um ano.

“A PRF reitera que tal situação tem gerado graves acidentes e colocado em risco não apenas a vida do condutor, mas de todos que utilizam a via”, alerta a assessoria da corporação.

 

Tópicos