Agência O Globo

Morre Jaime Lerner, urbanista e ex-governador do Paraná

Ele ocupou por três vezes o cargo de prefeito de Curitiba, onde realizou projetos que ganharam destaque mundial

Morre Jaime Lerner, urbanista e ex-governador do Paraná
O arquiteto e urbanista Jaime Lerner (1937-2021) Foto: Reprodução O Globo

Morreu nesta quinta-feira o ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, aos 83 anos. O arquiteto e urbanista também ocupou por três vezes o cargo de prefeito de Curitiba, nas décadas de 1970, 80 e 90. Lerner estava internado desde sexta-feira (21) no Hospital Evangélico Mackenzie por conta de complicações renais.

De acordo com o obituário da Prefeitura de Curitiba, o velório do político será realizado na capela do Cemitério Israelita do Água Verde. O sepultamento está previsto para as 15h desta quinta-feira no Cemitério Israelita do Santa Cândida.

Nascido em Curitiba em 17 de dezembro de 1937, Lerner se  formou pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal do Paraná em 1964. Ele foi responsável pela criação e estruturação do Instituto de Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) em 1965 e participou do desenvolvimento do Plano Diretor de Curitiba.

LERNER  ARQUITETO

Como prefeito da capital paranaense, Lerner ficou internacionalmente conhecido pelo projeto de planejamento urbano e transporte integrado em Curitiba. O principal legado foi a adoção do sistema de transporte BRT, que instalou pistas exclusivas para ônibus articulados e terminais integrados pela cidade em 1974. Nos anos seguintes, o exemplo curitibano foi replicado em várias cidades do mundo. As gestões de Lerner na Prefeitura de Curitiba também foram marcadas pela criação de parques arborizados pela cidade, como o Jardim Botânico e A Ópera de Arame.

Em 1990, recebeu o Prêmio Máximo das Nações Unidas para o Meio Ambiente, conferido pela United Nations Environment Programe (UNEP). A atuação como governador, rendeu à administração estadual o prêmio Criança e Paz da Unicef, para os programas “Da Rua para a Escola”, “Protegendo a Vida” e “Universidade do Professor”.

Em 2010, ele foi listado pela revista americana Time como um dos 25 pensadores mais influentes do mundo e recebeu a Medalha de Urbanismo da L’Académie D’Architecture, na França.

Nos períodos que não ocupou cargos públicos, Jaime Lerner desenvolveu planos urbanísticos para várias cidades do Brasil, como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Salvador, Aracaju, Natal, Goiânia, Campo Grande e Niterói.

Lerner teve seis livros publicados, a maior parte deles tratando sobre planejamento urbano. No campo da educação, foi professor da faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná, e professor convidado e conferencista nas universidades americanas de Berkeley (Califórnia), Cincinnati, Columbia (NY), e na universidade japonesa de Osaka.

Em 2002, foi eleito presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA).

LERNER GOVERNADOR

Durante suas duas gestões no governo do Paraná (de 1995 a 1998 e de 1999 a 2002),  o estado se tornou um polo de indústria automobilística, quando montadoras multinacionais se instalaram no estado por meio de incentivos fiscais e empréstimos concedidos pelo governo estadual às empresas.

Em 2011, Lerner foi condenado a três anos e meio de prisão ter feito um aditivo contratual não previsto na licitação original que estendeu a concessão das BR-476 e PR-427. Ele não chegou a ser preso, e a pena foi convertida em multa.

Em 2013, foi condenado a pagar uma multa por improbidade administrativa em um processo sobre pagamento irregular de indenizações a donos de áreas desapropriadas em Cascavel, no oeste do estado.

Lerner foi casado durante 45 anos com Fani Lerner, vítima de um câncer em 2009. O casal teve duas filhas, Andrea e Ilana.

HOMENAGENS

Políticos manifestaram pesar pela morte de Lerner. O governador de São Paulo, João Doria, compartilhou em uma rede social que “o Brasil perde um grande homem público, extraordinário arquiteto e urbanista”. Sebastião Melo, prefeito de Porto Alegre, também exaltou o trabalho do colega: “um dos maiores urbanistas da história do Brasil, que ajudou a transformar a cara de Porto Alegre com a revitalização da Orla do Guaíba”.

O atual governador do Paraná, Ratinho Júnio, lamentou a perda: “Jaime Lerner tinha amor pelo Paraná. Dedicou uma vida inteira ao Estado, com realizações que transformaram Curitiba e servem até hoje de inspiração mundo afora. Um exemplo que ficará marcado eternamente pelas centenas de obras espalhadas pelo nosso Estado”.