Murillo Soares
Do Mais Goiás

Morre cantora Beth Carvalho no Rio de Janeiro

Sambista estava internada há dois meses em um hospital na Zona Sul do Rio de Janeiro

Morreu na tarde desta terça-feira (30), aos 72 anos, a cantora Beth Carvalho. Em comunicado divulgado pelo empresário da artista, Afonso Carvalho, lê-se que ela faleceu às 17h33, cercada de familiares e amigos, após dois meses internada em um hospital na Zona Sul no Rio de Janeiro. A causa da morte ainda não foi divulgada.

“Agradecemos todas as manifestações de carinho e solidariedade nesse momento. Beth deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro. Seu talento nos presenteou com a revelação de inúmeros compositores e artistas que estão aí na estrada do sucesso. Começando com o sucesso arrebatador de “Andança”, até chegar a Marte com “Coisinha do Pai”, Beth traçou uma trajetória vitoriosa laureada por vários prêmios, inclusive um Grammy pelo conjunto da obra. Assim que possível, informaremos sobre o sepultamento”, lê-se no comunicado.

Beth tinha um último show agendado para esta segunda-feira (29). Após recomendações médicas, a apresentação havia sido remarcada para o dia 5 de maio, dia em que a artista completaria 73 anos.

Beth Carvalho somou mais de 50 anos de carreira

Beth Carvalho morre deixando o legado de ser um dos maiores nomes do samba brasileiro. Chamada de “Madrinha do Samba”, deu sua bênção à carreira de nomes como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão.

Ela lutava contra um grave problema no sacro, osso localizado na base da região lombar. A enfermidade reduziu a mobilidade da cantora, fazendo-a sentir fortes dores. Em 2012, ela chegou a colocar 10 pinos na coluna para dar firmeza ao corpo.

O problema, entretanto, piorou com o tempo. Em 2018, por exemplo, Beth Carvalho fez um show deitada, ao lado do grupo Fundo de Quintal, por não conseguir ficar em pé.

(Foto: Reprodução/Instagram)