SUSPEITA DE ENVENENAMENTO

Moradores encontram 5 gatos mortos em condomínio; PC foi acionada

Suspeita de moradores é de que felinos estão sendo envenenados. Segundo eles, que criaram grupo em defesa dos animais, há rixa sobre o assunto no residencial


Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás | Em: 22/05/2020 às 13:07:12

Gato envenenado (Foto: Divulgação)
Gato envenenado (Foto: Divulgação)

Moradores do condomínio Portal do Sol 1, em Goiânia, denunciam que gatos estão sendo mortos no residencial. Segundo eles pelo menos cinco animais foram encontrados com supostos sinais de envenenamento nas últimas semanas. A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil (PC) já foi acionada. 

O advogado Pedro Henrique Loyola, que têm uma propriedade no condomínio, afirma que sempre houve rixa de moradores devido à presença de gatos no local. Alguns residentes, segundo ele, reclamavam que os animais invadiam as casas. Por isso, um grupo foi criado para agir em defesa dos “bichanos”. “Estamos preocupados, pois muitos de nós temos gatos. Isso é crime. Já denunciamos para a administração, mas nada foi feito”, alega.

Outra moradora, que não quis se identificar, relata que um “filho” apareceu morto na garagem de casa. E nesta sexta-feira (22) ela encontrou outro animal também sem vida. Todos estavam espumando pela boca, que, segundo ela, pode ser sinal de envenenamento. 

“Vi uma movimentação dos seguranças na casa à frente da minha. Era um gato preto morto. Que tinha dono, com coleira, inclusive. Também com os mesmos sinais, de espuma pela boca”, relata.

A veterinária Simone Coimbra, também moradora do condomínio, diz que há muitos gatos abandonados na região. Para ela, rixa ocorre por conta desses animais, que estariam incomodando alguns residentes, que ameaçam se livrar deles. “Solicitamos ao condomínio providência, visando controle da população de felinos, mas até o momento não houve providências”, diz.

A estudante de medicina, Lara Ranufo, reforça que há mobilização por parte dos moradores para que a população de gatos seja controlada. No entanto, a própria administração do condomínio não fez esforços suficientes para obter êxito. 

Em nota, o condomínio informou que lamenta as mortes dos animais, condena e não compactua com os atos. Salienta ainda que a Associação dos Moradores do Portal do Sol I não possui competência para investigar crimes de qualquer natureza, e sim a Polícia Civil.

Na nota, a Associação ainda diz que lamenta e refuta as alegações de que “nada foi feito” no caso. A Apsol I abriu diálogo com a Dema e requereu formalmente a instauração de inquérito policial, mandou relatórios, contatos, fotos e vídeo.